Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/04/13 às 19h20 - Atualizado em 30/10/18 às 14h58

11 de abril: Dia Mundial de Atenção à Doença de Parkinson

COMPARTILHAR

HBDF é referência no tratamento da doença

Esta quinta-feira, 11 de abril, é Dia Mundial de Atenção à Doença de Parkinson. Na rede pública de saúde do Distrito Federal o Hospital de Base é referencia no atendimento aos portadores de Parkinson e pioneiro em cuidados dos transtornos do movimento, prestando atendimento desde 1991.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, no Brasil cerca de 1% da população com mais de 65 anos tem a doença, que é caracterizada por ser degenerativa do sistema nervoso central. O mal de Parkson causa a deterioração progressiva das células nervosas da parte do cérebro que controla o movimento muscular.

Segundo o coordenador do Centro de Referencia de Parkinson e Transtornos do Movimento da Secretaria de Saúde, Dr. Nasser Allam, apesar de a doença ser mais associada ao fator de idade, pode acometer qualquer pessoa, independentemente de sexo, raça, cor ou classe social. “Os sintomas começam a aparecer geralmente a partir dos 50 anos de idade, mas também pode afetar jovens de 20 anos. É raro mas acontece”, declara o especialista.

O Parkinson não é uma doença contagiosa e não há evidências de que seja hereditária. Apesar de ainda não existir a cura, a doença pode ser tratada não apenas visando o combate aos sintomas, mas retardando o seu progresso e mantendo a melhor qualidade de vida do paciente. “O tratamento pode ser baseado em drogas e cirurgias, além de terapias de saúde complementares como fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia, aulas de terapias, entre outras”, finaliza o médico.

André Barros