Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/05/18 às 8h15 - Atualizado em 15/05/18 às 12h36

1º HackSaúde DF abre inscrições para atrair colaboradores

COMPARTILHAR

Buscar soluções tecnológicas que criem, inovem ou aperfeiçoem processos de gestão e governança que melhorem os serviços de saúde pública do Distrito Federal.

 

Este é o objetivo do 1º HackSaúde DF, primeiro hackathon com dados da saúde pública do Distrito Federal.

 

A iniciativa é uma força-tarefa constituída pela Câmara Legislativa, Ministério Público do DF, Secretaria de Saúde e Controladoria-Geral do Distrito Federal, que se uniram para avaliação e diagnóstico da força de trabalho da Saúde.

 

“E daí surgiu a ideia: colocar esses dados para a sociedade civil trazer soluções. O desafio foi amadurecido e surgiu o trabalho de hackthon, expandindo para além da gestão de pessoas e indo até a questão das filas de cirurgia e medicamentos de alto custo”, explica um dos representantes da Secretaria de Saúde no evento, Bruno Rolim, chefe da Unidade Setorial de Transparência e Controle Social.

 

Qualquer cidadão com mais de 18 anos de idade pode participar.

 

Basta montar uma equipe de até quatro pessoas e se inscrever, até 21 de maio, no site www.hacksaude.com.br, onde também constam o regulamento e os dados necessários para o desenvolvimento das ideias.

 

“As equipes terão três dias, dentro do evento Campus Party, para trabalhar e apresentar as soluções. As melhores serão premiadas e algumas delas serão escolhidas para serem aplicadas na Secretaria de Saúde do Distrito Federal”, conta Bruno Rolim.

 

EVENTO – A Campus Party acontece entre os dias 31 de maio e 2 de junho, no Estádio Mané Garrincha.

 

O primeiro HackSaúde do Distrito Federal é uma iniciativa Campus Party Brasília 2018 #CPBSB2, Observatório Social de Brasília e Instituto de Fiscalização e Controle (IFC).

 

TEXTO: Alline Martins, da Agência Saúde