Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/10/19 às 9h54 - Atualizado em 10/10/19 às 10h55

Ação em escola rural do Paranoá pretende prevenir obesidade infantil

COMPARTILHAR

Foram avaliadas 259 crianças e 23% apresentaram sobrepeso ou obesidade

 

Alunos da Escola Classe Café sem Troco, área rural do Paranoá, passaram por avaliação antropométrica para tirar medidas como peso, altura e índice de massa corporal. A ação faz parte do Programa Saúde na Escola e tem o objetivos de promover uma alimentação saudável e prevenir a obesidade infantil.

 

De 259 alunos avaliados, com idade entre quatro e 17 anos, 23% apresentaram sobrepeso ou obesidade. A Estratégia Saúde da Família (ESF), apoiada pela nutricionista do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), da Unidade Básica de Saúde (UBS) 1 do Paranoá, aproveitou a reunião de pais na escola para divulgar os resultados e encaminhar as crianças para suas equipes de saúde responsáveis.

 

“A identificação do sobrepeso e da obesidade nas crianças permite ampliar o acompanhamento da família. A maior parte dos casos é resultado de erro alimentar e de hábitos familiares nocivos à saúde, o que pode levar a outras doenças como diabetes, hipertensão e cárie dentária”, ressalta a gerente de Serviços da Atenção Primária 2, Sandra Duarte.

 

Para a enfermeira Mariana Mendes, responsável por fazer a avaliação das crianças da escola, esta ação foi importante para conhecer as condições nutricionais dos estudantes do território de saúde e para o posterior planejamento de ações mais eficazes de prevenção à obesidade infantil.

 

“É fundamental que ações de promoção da alimentação saudável comecem ainda na fase escolar. Estimular hábitos saudáveis, tanto no ambiente escolar quanto no familiar, nos ajudará também a prevenir doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes e hipertensão arterial”, finaliza Mariana Mendes.

 

 

Alline Martins, da Agência Saúde

Fotos: Divulgação/Saúde-DF