Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/05/13 às 14h36 - Atualizado em 30/10/18 às 15h05

Ação Integrada na Rede de Saúde fortalece a proteção de crianças e adolescentes em situação de violência

COMPARTILHAR

Capacitação se destinou aos profissionais de saúde que atuam na atenção

O Núcleo de Estudos e Programas para os Acidentes e Violências – NEPAV, o Núcleo de Saúde da Criança – NUSC e o Núcleo de Saúde do Adolescente – NUSAD realizaram a capacitação – Linha de Cuidado para a Atenção Integral de Crianças e Adolescentes e seus familiares em situação de violência. A Capacitação ocorreu nos dias 27 e 28, das 08h às 18h, na FIOCRUZ.

A capacitação se destinou aos profissionais de saúde que atuam na atenção às crianças e adolescentes em situação de violência doméstica e sexual – representantes da Rede de Cuidado e Atenção das Regionais de Sobradinho e Ceilândia (ESF, Unidades Básicas de Saúde – UBS, Hospital Regional, CAPS, COMPP entre outros).

O objetivo foi discutir, trocar experiências, fortalecer as competências dos trabalhadores em suas habilidades para atuação na atenção as crianças e adolescentes e a formação de multiplicadores. Buscou-se a construção e fortalecimento da Rede de Cuidado e Atenção e da promoção da paz. Ao final, foi elaborado de um Plano de Ação para a implantação da Linha de Cuidado para as crianças e adolescentes e suas famílias em situação de violência em cada regional. No próximo semestre, os participantes irão realizar ações de sensibilização e oficinas nas Unidades de Saúde de Sobradinho e Ceilândia – Onda de capacitação. A previsão é de capacitar cerca de 200 profissionais.

Metodologia da Linha de Cuidado

A Linha de Cuidado é uma estratégia para a ação, um caminho para o alcance da atenção integral ou a integralidade da atenção, um dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), que proporciona a produção do cuidado desde a atenção primária até o mais complexo nível de atenção, exigindo ainda a interação com os demais sistemas de garantia de direitos, proteção e defesa de crianças e adolescentes.

O cuidado é uma expressão “plural” que não significa o cuidar de si mesmo, mas o cuidado do outro sem intenção ou pretensão. O cuidado é uma atitude que demonstra preocupação, responsabilização e solidariedade com a dor e o sofrimento do outro.

Em geral, o cuidado, no contexto da saúde, deve estar relacionado a uma prática humanizada e integral, articulada com um conjunto de princípios e estratégias que norteiam, ou devem nortear, a relação entre o paciente e o profissional de saúde (AYRES, 2004).