Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/04/20 às 13h16 - Atualizado em 23/04/20 às 15h39

Águas Claras recebe ações de sanitização contra a Covid-19

COMPARTILHAR

Objetivo é higienizar 161 pontos da região em dois dias

 

Águas Claras recebeu nesta quinta-feira (23) mais uma etapa da megaoperação para impedir a disseminação da Covid-19 em espaços públicos. Até sexta-feira (24), 161 pontos da região passarão por limpeza e sanitização, promovidas pela Vigilância Ambiental, por meio do programa Sanear-DF. Entre eles, os locais utilizados para testagem em massa para detecção do coronavírus.

 

Os trabalhos de higienização começaram no período da manhã, na sede da administração regional. Veículos com máquinas de pulverização iniciaram a sanitização com hipoclorito de sódio na parte externa do local, enquanto agentes de saúde com máquinas acopladas nas costas espalharam o produto, semelhante a água sanitária, em portas, janelas, corrimões, escadas e dentro das salas.

 

“O objeto principal é higienizar locais com grande fluxo de pessoas, como estações de metrô, praças, supermercados, shoppings, posto de vacinação, quadras, pontos de ônibus e de táxi, paróquias e igrejas, além da sede do Corpo de Bombeiros e do 17º Batalhão de Polícia Militar do DF”, pontuou o subsecretário de Vigilância em Saúde, Eduardo Hage.

 

Na sexta-feira, a sanitização em Águas Claras será realizada na Residência Oficial do Governador, na Unieuro e na Uniplan. Os locais têm apresentado um fluxo constante de veículos depois que viraram pontos para a testagem em massa, feita pelo sistema drive-thru.

 

Desde o dia 21 de abril, até terça-feira (22), um total de 69 casos da Covid-19 foram confirmados em pessoas que fizeram os testes rápidos nos três locais.

 

“Para contermos a circulação do coronavírus, vamos sanitizar todas as áreas públicas que podem ter aglomeração de pessoas. Em Águas Claras, serão cerca de 25 agentes, 17 viaturas da Vigilância Ambiental, três veículos com pulverizados do Sanear-DF, além do suporte do Corpo de Bombeiros”, informou o diretor de Vigilância Ambiental, Edgar Rodrigues.

 

SANEAR-DF – As ações fazem parte do programa Sanear-DF. Proposto pela Secretaria Executiva das Cidades (Secid) e pela Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival) em função do Decreto nº 40.550, de 23 de março, a iniciativa dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrentes do novo coronavírus.

 

Participam desse projeto as administrações regionais do DF, as secretarias de Comunicação, Transporte e Mobilidade, Segurança Pública, Políticas Públicas, Educação, DF Legal, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU), o Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF), o Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER/DF) e a Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb).

 

DENGUE – Dentro do programa Sanear-DF, também estão previstos os mutirões para combater o mosquito da dengue, feitos cotidianamente pelos agentes da Diretoria de Vigilância Ambiental.

 

“Estamos indo, inicialmente, nas áreas mais críticas. Começamos por Sobradinho I e II, Santa Maria e Gama. Águas Claras está na programação, mas o mutirão será feito em outro momento, pois o foco aqui é o trabalho contra o coronavírus, devido à quantidade de casos confirmados que apareceram nas testagens”, explicou o diretor de Vigilância Ambiental.

 

Leandro Cipriano, da Agência Saúde
Fotos: Breno Esaki, da Agência Saúde

Águas Claras recebe ações de sanitização contra a Covid-19