Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/03/14 às 21h46 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Atenção Básica realiza oficinas de capacitações para as equipes de saúde do Gama

COMPARTILHAR

A iniciativa aborda os processos de trabalho de  atividade multidisciplinar e multiprofissional 

Começou nesta terça-feira (11) e vai até o dia 08 de abril, no auditório da Igreja de Jesus Cristo dos Santos Últimos do Santos, o segundo ciclo de oficinas da atenção básica voltado para as 42 equipes de estratégia da família (e parametrizadas). A iniciativa aborda os processos de trabalho dando ênfase à atividade multidisciplinar e multiprofissional que é uma característica fundamental na formação da equipes de ESF.

Esse ciclo abordará temas como a importância do planejamento em saúde para as equipes e gestores. Nessa etapa os profissionais terão uma visão mais ampla quanto às necessidades de planejamento de ações e assistência a partir de um diagnóstico situacional. O diagnóstico será uma estratégia para oferecer à população, de acordo com as suas necessidades, um atendimento integral às situações de saúde dos usuários.

“Os profissionais começaram a ter um novo olhar para planejar de forma estratégica. As equipes de EFS poderão executar, monitorar e avaliar todas as ações necessárias acompanhadas por indicadores de qualidade que serão pactuadas entre gestores e as equipes”, esclareceu a Diretora de Atenção Primária à Saúde, Ilma Souza Santos.

Conforme Ilma Santos, o primeiro ciclo ocorreu durante todo o mês de fevereiro, onde os profissionais de saúde apresentaram situações problemas do seu cotidiano. “Na primeira atividade, as equipes puderam visualizar o papel de cada um e no contexto de processo do trabalho em equipe, e a partir daí, foram abordados temas importantes para o desenvolvimento do trabalho em equipe multiprofissional, onde introduzimos tópicos como a importância da apropriação do território das ESF, seus equipamentos sociais, o perfil populacional e epidemiológico, além de discussões sobre algumas diretrizes da Política Nacional de Humanização, como acolhimento, escuta qualificada, além das diretrizes da Política Nacional da Atenção Básica (PNAB)”.

 

Por Eliane Simeão, da Agência Saúde DF
Atendimento à imprensa:
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226