Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/01/15 às 13h44 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

Atenção redobrada para a conservação de alimentos no verão

COMPARTILHAR

Umidade e calor favorecem a proliferação de bactérias

BRASÍLIA (15/01/2015) – Com a chegada da estação mais quente do ano – o verão – a atenção com a alimentação deve ser redobrada. As doenças conhecidas como DTAs – doenças transmitidas por alimentos – são comuns por conta da umidade e do calor que geram a proliferação de bactérias atuantes no desenvolvimento de infecções alimentares.

Os microorganismos que causam alguma infecção podem ser encontrados na terra, água, animais, objetos e pessoas, sendo facilmente transportados. Desse modo, a prevenção da doença é feita de forma simples e requer atenção dos consumidores. Os alimentos quando expostos ao calor fazem com que alguns microorganismos multipliquem-se rapidamente. Por isso, não é recomendável que alimentos fiquem sem proteção por mais de duas horas. O que faz a doença progredir é dar tempo e ambiente para a bactéria se propagar.

A vigilância sanitária ressalta que uma das formas de prevenção é lavar as mãos antes e durante a preparação dos alimentos e desinfetar os utensílios e equipamentos utilizados em sua preparação. Também é necessário sempre checar o prazo de validade dos alimentos, acondicionamento e suas condições físicas como aparência, consistência, odor.

Para os alimentos preparados em casa, a atenção também deve ser redobrada, a conservação deve ser de forma correta, em temperaturas abaixo de 10 graus ou bem quentes, acima de 60 graus. Quando optar por alimentação em restaurantes, é necessário prestar atenção no controle de temperatura e em quais condições o alimento é preparado e armazenado.

O controle de doenças transmitidas por alimentos é realizado pela Vigilância Sanitária que contabiliza notificações e surtos quando manifestados pela população. Os surtos são caracterizados pela elevação do número de casos saindo dos parâmetros normais de infecções. O alerta à população tem como base mostrar quais as procedências do alimento que vai ingerir e tentar manter uma alimentação leve.