Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/07/19 às 13h04 - Atualizado em 25/08/20 às 11h51

Atendimento à gestante e acompanhante

Descrição
A Atenção Primária à Saúde (APS) é vista atualmente como a estratégia mais efetiva para porta de entrada de usuários na rede e na universalização do acesso à saúde. Nesse sentido, a gestação encontra-se entre os primeiros motivos de consulta na APS, ou na Unidade Básica de Saúde (UBS).

Assim, a atenção ao pré-natal, ao puerpério e ao recém-nascido constitui-se em um conjunto de consultas e visitas programadas da mulher e sua família à equipe de saúde da APS, objetivando o acompanhamento e a obtenção de uma adequada preparação para o parto e nascimento.

A Unidade Básica de Saúde acolherá você desde o primeiro momento, quando estiver com suspeita de gravidez, através da realização de teste rápido. Após, você fará exames de triagem da gestante, controle de vacinas na gestação bem como o acompanhamento do Pré Natal recebendo todos os encaminhamentos necessários.
No momento da alta hospitalar, após o parto, você e o seu filho novamente serão encaminhados para a equipe de saúde da UBS na qual os dois estejam vinculados.

 

Para consultar os requisitos, formas de acesso, documentação necessária bem como a Unidade Básica de Saúde responsável pela área na qual você reside, consulte: Unidades Básicas de Saúde e Atendimento nas Unidade Básica de Saúde 


Atendimento à gestante e acompanhante durante o trabalho de parto (Casa de Parto São Sebastião)

  • Endereço: Centro de múltiplas atividades, Área Especial 10
    Telefone: (61) 2017-1550 ramais: 6590 (Casa de Parto) 6591 (Posto de Coleta de Leite Humano)
    Horário de atendimento:
    1. Casa de Parto: atendimento 24 horas.
    2. Posto de Coleta de Leite Humano: 07:00 às 19:00 (de segunda a sexta-feira).
    Prioridade de atendimento: por ordem de chegada ou emergências obstétricas ou parto iminente.
    Linhas de ônibus: Linha 0.147 (circular). A Casa de Parto localiza-se a 3 km do Terminal Rodoviário de São Sebastião local onde é possível acessar todas as linhas de ônibus que circulam pela cidade.
    Acessibilidade: disponível em todos os acessos da unidade de saúde.
    Possui estacionamento para carros e motos.

Descrição
A Casa de Parto de São Sebastião é uma unidade de assistência obstétrica e neonatal, que presta atendimento humanizado e de qualidade, baseado em três pilares que apoiam a mudança de modelo do parto e nascimento no Sistema Único de Saúde (SUS): boas práticas, que respeitam a vontade da mulher e a fisiologia do seu corpo, bem como um atendimento sem intervenções desnecessárias à mulher e ao recém-nascido; atuação de enfermeiros obstetras e técnicos de enfermagem que prestam um cuidado inovador ao atender a mulher em trabalho de parto, parto, puerpério e cuidados com o recém-nascido; ambiente acolhedor e privativo, que garante a presença do acompanhante durante todo o processo de internação (a entrada da doula também é permitida, porém encontra-se suspensa durante a pandemia).

 

A Casa de Parto de São Sebastião é o único estabelecimento obstétrico da SES/DF que possui banheira para realização de parto na água (suspenso durante a pandemia) e dispõe de quarto PPP, no qual a mulher permanece da admissão à alta no mesmo ambiente e no qual a assistência integral à mulher e recém-nascido é realizada por enfermeiro obstetra e técnico em enfermagem.

 

Na Casa de Parto são disponibilizados recursos facilitadores do trabalho de parto e parto e métodos não farmacológicos de alívio da dor.
A amamentação é acompanhada, orientada e estimulada durante toda a internação.
Além disso são oferecidas Rodas de Conversa com gestantes e acompanhantes no terceiro trimestre de gestação (realizadas, durante a pandemia, quinzenalmente, via aplicativo de reuniões Google Meet)


Requisitos
– A gestante deve ter uma gestação considerada de risco habitual (baixo risco);
– O pré-natal deve ser realizado em uma das Unidades de Saúde da Família da Região Leste de Saúde (composta por São Sebastião, Jardins Mangueiral, Jardim Botânico, Paranoá e Itapoã) ou da RIDE, conforme portaria nº 1321, de 14/12/2018.  Recentemente, em agosto de 2019, o Lago Sul foi incorporado à Região Leste de Saúde ampliando o atendimento da Casa de Parto para esta população. Quando o pré-natal for realizado na rede privada de saúde, ou na impossibilidade de identificar o local de realização do pré-natal, a vinculação da gestante à Região Leste se dará a partir do seu local de residência.
Observações: Há a referência imediata e compulsória para transferência da gestante e/ou puérpera com bebê para o Hospital da Região Leste, em casos em que a intervenção médica se faça necessária ou que não apresentem os requisitos do protocolo assistencial da unidade, assim como para o HMIB, se a gestante estiver em trabalho de parto prematuro anterior a 32 semanas.
–  A gestante pode chegar ao serviço por demanda espontânea ou acompanhada por equipe de atendimento extra-hospitalar.


  • Documentos Necessários
    Documento de identificação válido,
    Cartão de pré-natal devidamente preenchido.

Horários de visitas e troca de acompanhante
Horário de Visita às puérperas e recém-nascidos: Suspensas durante a pandemia
Observação: para pais de recém-nascidos, não há horário pré-determinado.
A gestante em trabalho de parto e a puérpera tem direito a um acompanhante durante todo o período de internação.
Troca de acompanhantes: até 20h.


ATENDIMENTO NO POSTO DE COLETA DE LEITE HUMANO
Consulta em amamentação, inclusive via chamada de vídeo, na tentativa de evitar a exposição de mãe e bebê durante a pandemia.
Auxílio e acompanhamento de mães e bebês com dificuldades na amamentação.
Captação, cadastro e acompanhamento de doadoras de leite humano.
Roda de conversa sobre amamentação: durante a pandemia, quinzenalmente, via aplicativo de reuniões Google Meet.

 

Requisitos
Comparecimento espontâneo à Unidade.
Comunicação via aplicativo de mensagens.
Comparecimento à Unidade com marcação de retorno marcado pela equipe da Casa de Parto ou pela equipe do Posto de Coleta.
Comparecimento a partir de encaminhamento de unidades básicas de saúde.

 

Documentos Necessários
Documento de identificação válido.
Caderneta da criança. Forma de prestação de serviço
Para se cadastrar como doadora de leite humano, entrar em contato pelo número 99164-3334 ou comparecer no Posto de Coleta com a Caderneta da Gestante e a Caderneta da Criança. Observação: A coleta do leite é orientada pela equipe e os bombeiros buscam no domicílio da doadora.

 

Descrição

A Atenção Primária à Saúde (APS) é vista atualmente como a estratégia mais efetiva para porta de entrada de usuários na rede e na universalização do acesso à saúde. Nesse sentido, a gestação encontra-se entre os primeiros motivos de consulta na APS, ou na Unidade Básica de Saúde (UBS).

 

Assim, a atenção ao pré-natal, ao puerpério e ao recém-nascido constitui-se em um conjunto de consultas e visitas programadas da mulher e sua família à equipe de saúde da APS, objetivando o acompanhamento e a obtenção de uma adequada preparação para o parto e nascimento. 

 

A Unidade Básica de Saúde acolherá você desde o primeiro momento, quando estiver com suspeita de gravidez, através da realização de teste rápido. Após, você fará exames de triagem da gestante, controle de vacinas na gestação bem como o acompanhamento do Pré Natal recebendo todos os encaminhamentos necessários. 

No momento da alta hospitalar, após o parto, você e o seu filho novamente serão encaminhados para a equipe de saúde da UBS na qual os dois estejam vinculados.