Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/12/13 às 19h18 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Atendimento especializado para adolescentes na Unidade Mista de Taguatinga

COMPARTILHAR

Quase 40% das gestantes têm 16 anos

As adolescentes grávidas, na faixa etária entre 10 a 18 anos completos, contam com atendimento especializado no Ambulatório de Adolescentes em Taguatinga (AADOT), instalado na Unidade Mista de Saúde (UMST), localizada na C 12, Área Especial, Taguatinga Centro.

Atualmente, 163 gestantes adolescentes estão inscritas no programa. Deste total, 48 são egressas do ano de 2012. O maior percentual de gestantes está na faixa etária de 16 anos de idade (36,8% – 60 gestantes); 15 anos (20,9% – 34 gestantes) e 17 anos (20,9% – 34 gestantes). A menor faixa etária de gestantes é de 12 anos (0,6% – 01 gestantes); 13 anos (4,3% – 07 gestantes) e 14 anos (14,7% – 24 gestantes).

O AADOT oferece assistência ao pré-natal à adolescente desde o início da gravidez, período em que ocorrem mudanças físicas e emocionais, garantindo-lhes a integridade física e mental, bem como, condições para um parto seguro. São atendidas pelo ambulatório as gestantes encaminhadas pelas Unidades Básicas de Saúde de Taguatinga, Samambaia e Recanto das Emas.

“Desde o início da minha gravidez fui atendida pelo AADOT. Fiz o pré-natal e todos os exames que eram necessários para o meu filho nascer com saúde. O atendimento dos profissionais da UMST é ótimo. Hoje, o Davi faz 14 dias e estamos muito felizes”, disse F.C. S. N, 17 anos, estudante e moradora do Areal.

“O atendimento realizado pelo ADDOT vai além do pré-natal. O serviço fortalece a atenção dada ao binômio mãe-filho, principalmente quando eles retornam às Unidades Básicas de Saúde, para dar continuidade à assistência da consulta de puerpério e a avaliação de crescimento e desenvolvimento do recém-nascido, declara o coordenador-geral de Saúde de Taguatinga, Otávio Augusto de Siqueira.

No AADOT, o pré-natal é realizado por uma equipe interdisciplinar formada por uma médica gineco-obstetra, uma enfermeira, uma assistente social, uma psicóloga e dois técnicos de enfermagem.

Na avaliação realizada por esses profissionais, as gestantes poderão ser encaminhadas para serviços especializados na própria UMST, como por exemplo, para a nutricionista ou para unidades de maior complexidade, como o pré-natal de alto risco do Hospital Regional de Taguatinga (HRT). Também poderão ser encaminhadas para a vacinação e atendimento odontológico nas Unidades Básicas de Saúde.

A gerente da UMST, Eliene Ancelmo Berg, enfatiza o atendimento realizado pelos profissionais do programa. “No ADDOT, temos uma equipe especializada que prepara a adolescente gestante, os pais ou responsáveis para um momento em que o fator surpresa, a gravidez, geralmente causa transtorno na família. Prestamos assistência às gestantes e seus familiares, conjuntamente, para que todos possam compartilhar desse momento mágico do nascimento de um bebê, de uma forma pautada pelo amor, cuidado e no apoio contínuo”, conclui.

Por Claudete Nascimento, da Agência Saúde DF
Atendimento à imprensa:
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226