Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/05/15 às 11h17 - Atualizado em 30/10/18 às 15h12

CAPS de Samambaia realiza caminhada “V Passo da Saúde Mental”

COMPARTILHAR

Ação de repúdio ao preconceito

BRASÍLIA (20/5/15) – O Centro de Atenção Psicossocial (CAPS III) de Samambaia promoverá nesta quarta-feira (20), a partir das 8h, o V Passo da Saúde Mental, caminhada em alusão ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial, comemorado em 18 de maio, data que é considerada um marco teórico e político da mudança do tipo de assistência oferecida às pessoas com sofrimento psíquico grave.

“Esse é o quinto ano da caminhada que está se tornando tradição em Samambaia como ocupação cultural da cidade, que permite visibilidade para a questão da loucura como manifestação de sofrimento psíquico grave de pessoas que têm seus direitos vilipendiados ou negados cotidianamente”, relata a gerente do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS III) de Samambaia, Laila Melo Dantas.

A gerente reforça ainda a importância desse momento. “Trata-se de uma oportunidade de contato e inclusão da loucura no espaço da comunidade e de repúdio ao preconceito”, enfatiza.

A concentração será em frente ao antigo quartel do corpo de bombeiros de Samambaia (QI 416), com percurso até o Ponto de Encontro Comunitário da quadra 206, em frente ao BRB. No final da concentração, serão realizadas atividades lúdicas e artísticas, como relaxamento, aulão de yoga, apresentação da banda ASKABUM Casa Azul, música, entre outros.

A caminhada organizada pelo CAPS III conta também com o apoio do CAPS AD de Samambaia, de voluntários da comunidade, como o Projeto Yoga para Todos, do Sindate, além do apoio de comerciantes locais sensibilizados para a causa.

Em 2014, o evento contou com a participação de aproximadamente 250 pessoas, entre pacientes, familiares, profissionais e a comunidade em geral.

CAPS III Samambaia – A unidade é destinada ao atendimento de pessoas com sofrimento psíquico grave, por meio de estratégias assistenciais de reabilitação psicossocial e reinserção social, que são implementadas na unidade, por meio da participação do usuário em grupos psicoterápicos, oficinas de expressão e produção, acompanhamento medicamentoso, atendimentos individuais, atendimentos familiares, entre outros.

O CAPS conta atualmente com aproximadamente 1700 prontuários ativos e realizou 5.328 atendimentos no 1º quadrimestre deste ano.

A unidade está localizada na quadra 302, Conjunto 05, Lote 01, no Centro Urbano de Samambaia. O funcionamento é de segunda à sexta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 18h, com acolhimento aberto em todos os turnos, exceto nas terças pela manhã e sexta, à tarde.

Além do CAPS III, para pessoas adultas em sofrimento mental grave, os serviços de saúde mental em Samambaia compreendem também o CAPS AD III, voltado para usuários adultos de álcool e outras drogas, e os serviços oferecidos pela Unidade de Acolhimento Residencial Transitório (UA), vinculada ao CAPS AD III.

Histórico – O Dia Nacional da Luta Antimanicomial, em 18 de maio, é considerado um marco teórico e político da mudança do tipo de assistência oferecido às pessoas com sofrimento psíquico grave, o que também desencadeou a criação da Política Nacional de Saúde Mental e a implantação dos CAPS em substituição à lógica de exclusão social dos hospícios/manicômios.