Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/08/13 às 21h10 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

Cerca no HRAN aumenta segurança de pacientes

COMPARTILHAR

Portadores de necessidades especiais têm acessibilidade garantida


Está em fase final a instalação de grades de metal em volta do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), com o objetivo de garantir maior segurança para pacientes e funcionários.

Para entrar no HRAN os usuários contam com dois acessos. Um portão foi instalado no trecho voltado para o Eixinho, próximo a um ponto de ônibus. A outra entrada, que já existia antes, é na Avenida W1, por onde também podem entrar carros e ambulâncias.

Além da cerca ao redor do terreno, duas guaritas com segurança 24 horas serão implantadas na entrada voltada para o Eixinho, que dá acesso ao Ambulatório e ao Pronto Socorro, e na entrada da Avenida W1.

A acessibilidade para portadores de deficiência não foi esquecida. Uma rampa foi construída na entrada voltada para o Eixinho, caminho para quem segue da Rodoviária para o HRAN.

O único hospital da rede pública do Distrito Federal ainda sem área totalmente cercada é o Hospital de Base (HBDF). Em todos os outros, e agora também no HRAN, a instalação de cerca é considerada pelas direções regionais garantia de segurança para usuários e profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS).

Neste mês foi registrado no diário da administração do HRAN um caso de tentativa de roubo. Segundo o vigilante que estava no plantão, um rapaz se apoderou dos pertences de um paciente dentro do hospital e tentou correr em direção à saída. Lá fora, se deparou com a cerca, instalada em frente ao Pronto Socorro. “Ele tentou. Mas, com o impedimento da grade, teve que ir em linha reta até a Avenida W1. Foi aí que eu consegui alcançá-lo”, conta o segurança. “Se não fosse pela cerca, eu não conseguiria mais pegá-lo”, completa.

Lucas Correia