Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/08/17 às 12h50 - Atualizado em 30/10/18 às 15h18

Começam nesta terça (1°) a Semana Mundial de Amamentação e o Agosto Dourado

COMPARTILHAR

Atividades serão desenvolvidas por todo o mês para incentivar o aleitamento materno

BRASÍLIA (1º/8/17) – A cerimônia oficial de abertura da Semana Mundial de Aleitamento (SMAM) e do Agosto Dourado – um mês inteiro de incentivo ao aleitamento materno – será realizada nesta terça-feira (1º), às 17h, no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios. Já na próxima quinta-feira (3), terá início a extensa programação definida pela Secretaria de Saúde do DF, a partir das 8h, em ação conjunta com o programa Metrô Solidário, na Estação Galeria.

No local, serão prestadas orientações aos usuários sobre amamentação, apoio para doação de leite materno e demonstração de técnicas de shantalla. Ainda pela manhã, o CBV – Hospital dos Olhos promoverá aferição da pressão intraocular e, a partir das 10h, haverá um “mamaço com as mães”, seguido por apresentações musicais, de dança, exposição fotográfica de crianças em amamentação e apresentação de grupo circense.

No sábado (5), das 15h30 às 18h, será promovida no Pátio Brasil Shopping a Hora do Mamaço – evento nacional com mobilização de mães pelas redes sociais, organizado pelo grupo Livre Maternagem. De 21 a 25 desse mês, ocorrerá o Seminário de Aleitamento Materno de Brasília 2017 e, de 28 de agosto a 1° de setembro, Curso de Aconselhamento em Amamentação.

As regiões de saúde também realizarão sete cursos de capacitação para aperfeiçoar o atendimento à população sobre a importância do aleitamento materno. Durante todo o mês de agosto ocorrerão atividades em toda a rede do DF, envolvendo a atenção primária, atenção hospitalar, usuários e parceiros da saúde.

“Em 12 de abril desse ano, foi sancionada a Lei Federal 13.435, que instituiu agosto como o mês do aleitamento materno. Esse reconhecimento nos dá o suporte institucional para avançarmos na conscientização sobre a importância da amamentação, levando às casas, redes sociais e serviços de saúde o conceito de que esse é o melhor alimento que a criança pode receber e que vai repercutir positivamente em sua saúde por toda a vida”, afirma a coordenadora-geral dos Bancos de Leite Humano da Secretaria de Saúde, Miriam dos Santos.