Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/05/18 às 8h10 - Atualizado em 16/05/18 às 10h10

Controladoria da Saúde fez mais de 3 mil procedimentos em 2017

COMPARTILHAR

 

Frequência eletrônica de ponto é constantemente inspecionada. Foto: Matheus Oliveira

 

Primeira a ser instituída no país, a Controladoria Setorial da Saúde do Distrito Federal apresentou um balanço de resultados das atividades desenvolvidas em 2017, quando registrou 3.109 procedimentos.

 

O setor, responsável pelo controle interno da pasta, instaurou 402 procedimentos disciplinares, sendo 297 processos administrativos disciplinares (PAD), 26 sindicâncias e 79 procedimentos de investigação preliminar (PIP).

 

Também foram registradas 31 mediações de conflitos, 758 manifestações dos sistemas de ouvidoria respondidas e analisadas 1.516 denúncias e representações.

 

“A partir de agosto de 2017, a Unidade Setorial de Controle Interno da Controladoria também realizou mais de 70 inspeções relacionadas a controle eletrônico de frequência na Secretaria de Saúde. No exercício de 2018, esse número já é superior a 30 inspeções”, destacou o corregedor da Saúde, Fábio Henrique dos Santos.

 

Nesta área, o corregedor citou que, seguindo orientação do Tribunal de Contas do DF, a Secretaria de Saúde publicou a Portaria 67/2018.

 

O documento passou a proibir o registro de ponto feito em unidade distinta da lotação do funcionário. Além disso, passou-se a fazer o desconto das faltas injustificadas a partir de agosto de 2016.

 

Fábio dos Santos explicou, ainda, que a Controladoria Setorial da Saúde é composta pelas unidades setoriais de Controle Interno (Usci), Correição Administrativa (Uscor), Transparência e Controle Social (Ustrac) e Ouvidoria.

 

A estrutura foi criada por meio do Decreto nº 38.115, de 6 de abril de 2017, republicado no Diário Oficial do DF, edição extra nº 17, de 7 de abril de 2017.

 

TEXTO: Ailane Silva, da Agência Saúde