Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/10/19 às 18h47 - Atualizado em 10/10/19 às 18h59

Pacientes do Cento de Obesidade, Diabetes e Hipertensão comemoram o Dia das Crianças

COMPARTILHAR

Brincadeiras ao ar livre e crianças mais alegres e saudáveis

 

O Centro de Obesidade, Diabetes e Hipertensão (Cedoh) da Secretaria de Saúde preparou uma comemoração especial para o Dia das Crianças. Cerca de 50 pacientes mirins atendidos pela unidade puderam, nesta quinta-feira (10), brincar no parque de diversões Nicolândia.

 

No Cedoh, meninos e meninas têm acesso a todo tipo de auxílio necessário ao controle do diabetes e da obesidade. “São crianças que vivem uma rotina de visitas ao Cedoh. Nesse mês das crianças, queremos levar um pouco de alegria, de movimento e proporcionar atividades ao ar livre”, afirma a endocrinopediatra do Cedoh, Fernanda Canuto.

 

A assistência dessas crianças obesas e diabéticas envolve um atendimento multidisciplinar, fazendo o tratamento conjunto das doenças. “Esse atendimento representa muito para a minha filha, nos deu apoio e nos orienta como melhor atender às necessidades dela”, relata a dona de casa Lidiane Pereira, de 37 anos, mãe da Mariana da Silva, de 2 anos.

 

A pequena Mariana é atendida pelo Cedoh há um ano, quando foi diagnosticada com diabetes tipo 1. Por causa dos cuidados de convivência com a doença, a pequena tem uma alimentação regrada e acompanhamento constante das suas taxas de glicemia. Na oportunidade, Mariana saiu de sua rotina e aproveitou o dia nos brinquedos do parque, que visitou pela primeira vez.

 

O técnico de informática, Dalso Isidório, 32 anos, fala sobre o atendimento do filho, Kaleb, de 6 anos, que está acima do peso para a idade. “Ele evoluiu muito com o atendimento do Cedoh. Desde que começou o tratamento, sentimos uma melhora nele de 100%, com mudança nos hábitos alimentares e uma vida de mais brincadeiras ao ar livre. Um dia como esse, além de trazer mais disposição, traz muita alegria para ele”.

 

Nivania Ramos, da Agência Saúde

Fotos: Mariana Raphael/Saúde-DF