Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/01/15 às 12h55 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

Cuidados com o corpo e com a pele no verão

COMPARTILHAR

Exposição exagerada ao sol é principal causa de câncer de pele

BRASÍLIA (15/01/2015) – Com o sol forte, os cuidados com a pele devem ser redobrados para evitar o câncer de pele, tipo da doença mais frequente no Brasil. Dados do Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), mostram que o melanoma cutâneo corresponde a 25% de todos os tumores malignos registrados no Brasil.

De acordo com os especialistas, o sol é um dos fatores que desencadeiam o câncer de pele e por isso é importante estar sempre protegido. Recomenda-se beber bastante água, usar protetor solar diariamente, evitar cigarro, usar chapéu e óculos sempre que estiver exposto ao sol.

O câncer de pele ataca normalmente pessoas adultas que trabalham expostas ao sol ou que abusam do sol por lazer. O tratamento envolve cirurgia, radioterapia ou quimioterapia. Ao suspeitar da possibilidade de câncer de pele a pessoa deve procurar o posto de saúde mais próximo, onde o médico dermatologista investigará o caso e, se confirmado, encaminhará o paciente para tratamento especializado na rede pública.

Além do câncer de pele, nesta época podem aumentar as ocorrências de queimaduras solares, queimaduras por frutas ácidas como limão, lima e abacaxi, infecções bacterianas da pele, infecções por excesso de óleo na pele e os acidentes com animais marinhos, para quem vai à praia.

O uso de filtro solar e o hábito de tomar banho ao retornar da praia ou do clube (para retirar o excesso de protetor e as impurezas) são cuidados básicos indispensáveis. Em caso de queimadura, é importante hidratar a área, não esfregar a pele e procurar um médico.

Cuidados fundamentais:
– Antes de nadar, descobrir se a piscina está tratada adequadamente com cloro. No caso da praia, informe-se se a praia está própria para banho.
– O horário adequado ao banho de sol é antes das 10h e depois das 16h.
– Reaplicar o protetor solar sempre que sair da água.
– Não deixar as crianças muito tempo na água, a não ser que estejam usando camisetas. Isso vai evitar queimaduras.
– Se for fazer caminhada na praia, procure andar pela sombra. Caso não seja possível, capriche no protetor solar e proteja rosto e ombros com óculos e chapéu.
– Beba água e borrife água no rosto para aliviar a sensação de calor.
– Não ande descalço no vestiário da piscina ou compartilhe toalhas. Assim você evita conjuntivite e micoses.
– Outro cuidado contra a conjuntivite: evite piscinas lotadas.