Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/05/18 às 12h05 - Atualizado em 14/05/18 às 10h49

DF comemora Dia Mundial de Doação de Leite Humano

COMPARTILHAR

 

Programação exalta a solidariedade das doadoras. Foto: Matheus Oliveira/Agência Saúde-DF

 

 

Em alusão ao Dia Mundial de Doação de Leite Humano, em 19 de maio, a rede de bancos de leite humano da Secretaria de Saúde preparou uma vasta programação, com direito a sessões de fotos, palestras e mamaço – amamentação simultânea de grande número de bebês.

 

“Serão feitas várias atividades com objetivo de agradecer às doadoras por este ato de solidariedade. E também onde elas terão contatos com as mães receptoras”, conta a coordenadora do Banco de Leite Humano da secretaria, Miriam Santos.

 

A primeira unidade a promover a data será o banco de leite do Hospital Regional de Taguatinga (HRT), na próxima terça-feira (15). Terá cantinho da beleza, sling dance e o depoimento de mães receptoras de leite doado.

 

No dia 19 de maio, o shopping Conjunto Nacional recebe o mamaço, a partir das 15h.

 

“É importante ressaltar a parceria, para este ano, com o Conjunto Nacional de Brasília, que abriu as portas para a divulgação, entre os dias 18 de maio e 1º de junho, com o foco em arrecadação de frascos para doação e também a mobilização do conhecimento da população sobre a amamentação e doação de leite materno”, destaca Miriam Santos.

 

BANCOS – Atualmente, a Secretaria de Saúde do DF conta com 10 Bancos de Leite Humano, distribuídos nos hospitais de Taguatinga, Sobradinho, Materno Infantil de Brasília, Gama, Planaltina, Região Leste (antigo Hospital do Paranoá), Santa Maria, Brazlândia, Asa Norte e Ceilândia, além de dois postos de coleta em Samambaia e São Sebastião.

 

Há outros dois bancos do governo federal no Hospital das Forças Armadas (HFA) e no Hospital Universitário de Brasília (HUB), e três unidades na rede privada.

 

A média de leite recebido é de 1.350 litros por mês. Segundo Mirian Santos, o ideal seria 1,5 mil, quantidade alcançada somente no mês de abril.

 

Brasília é reconhecida pelo Ministério da Saúde como a Capital Brasileira dos Banco de Leite Humano.

 

Considerada o melhor parque tecnológico do Brasil na área, Brasília possui uma rede estruturada.

 

A cidade tem frota própria para coleta de leite humano, com 13 carros, conta com apoio do Corpo de Bombeiros Militar do DF para realização da coleta desde a década de 1990, além de ter uma legislação especifica para amamentação.

 

TEXTO: Alline Martins, da Agência Saúde