Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/01/14 às 16h59 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Casos de dengue no DF diminuem 69%

COMPARTILHAR

Este mês foram registrados 64 casos, contra 212 em janeiro de 2013

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF) vem trabalhando para reduzir o aumento dos casos confirmados de dengue. O resultado disso são os números das duas primeiras semanas epidemiológicas de 2014, que apontam redução de 69,81%, comparando com o mesmo período do ano passado.

Este ano foram registrados 64 casos confirmados, enquanto no mesmo período de 2013 este número chegou a 212 casos. “Esses números são um reflexo do intenso combate que a SES/DF, juntamente com a população, vem realizando contra a doença”, afirma a subsecretária de Vigilância à Saúde, Marília Cunha.

A SES/DF lançou, no ano passado, o plano de prevenção à dengue 2013-2014, com o objetivo de mobilizar toda a população do Distrito Federal no combate à doença. Os trabalhos são desenvolvidos em três eixos: informação, prevenção e manejo, assistência, que envolvem diversos setores do governo local.

“Combate à dengue: um dever de todos”

Ao longo de 2103, foram realizados mutirões em todas as localidades do DF. Também foram inspecionados 816.179 imóveis com objetivo de identificar e eliminar focos do Aedes Aegypti.

Um dos pontos de destaque do plano é a distribuição de kits educativos a 100 mil alunos do ensino fundamental, que estudam em escolas situadas em regiões com maior incidência de dengue. Com o material – composto por cartilha educativa, folder, adesivo, passatempo, imã de geladeira com foto quebra-cabeça e certificado – esses agentes mirins realizam um trabalho preventivo junto à sua comunidade.

Outra ação feita pela SES-DF foi a assinatura de um Termo de Cooperação com a empresa de telecomunicações Vivo, para envio de 200 mil mensagens de alerta sobre a prevenção da dengue.

No final de 2013, o combate à dengue no Distrito Federal ganhou o apoio das Forças Armadas, que continuará até o dia 28 de fevereiro. O reforço conta com 20 militares do Exército Brasileiro, 11 da Aeronáutica e 15 da Marinha e têm atuado nos trabalhos de prevenção da doença.

Por Jozeias Nunes, da Agência Saúde DF
Atendimento à imprensa:
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226