Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/07/15 às 17h42 - Atualizado em 30/10/18 às 15h12

Dia Nacional da Prevenção de Acidentes de Trabalho

COMPARTILHAR

No DF, o Cerest atua no combate de acidentes trabalhistas

BRASÍLIA (27) – No dia 27 de julho comemora-se o Dia Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho. A data é símbolo da luta dos trabalhadores brasileiros por melhorias nas condições de saúde e segurança no trabalho.

O Centro Distrital de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) da Secretaria de Saúde do DF recebeu, através do Sistema Nacional de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), 636 notificações de acidentes de trabalho de janeiro a junho deste ano. Entre a principal causa está o acidente grave de trabalho, 257 casos neste primeiro semestre. Em 2014, foram feitas 792 notificações de acidentes de trabalho grave durante todo o ano.

O acidente do trabalho é aquele que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa, provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte, perda ou redução, permanente ou temporária, da capacidade para o trabalho. São considerados acidentes de trabalho o acidente ocorrido no trajeto entre a residência e o local de trabalho, acidentes típicos ou a doença relacionada ao trabalho, produzida ou desencadeada pelo exercício do trabalho.

No DF, o Cerest tem atuado no sentido de combater e minimizar alguns agravos que geram incapacidade, temporária ou permanente, ou até mesmo o óbito. Além do acidente de trabalho grave e fatal, há outros exemplos como acidentes com material biológico, perda auditiva induzida por ruídos, intoxicação, lesões por esforço repetitivo, transtornos mentais relacionados ao trabalho, dermatoses ocupacionais e câncer relacionado ao trabalho e enfrentamento do trabalho infantil, que em 2014 totalizaram 1.810 notificações compulsórias.

“O Cerest realiza ações educativas periodicamente para prevenção de acidentes de trabalho. Temos parcerias com diversos órgãos como, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Sest/Senat, o que possibilita que possamos atingir o maior número de profissionais possível. Nossa próxima ação será no dia 06 de agosto, no Setor de Oficinas Sul, para os trabalhadores das oficinas mecânicas”, destacou a diretora do Cerest, Cláudia Magalhães.

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), estatísticas de 2009 mostraram que os acidentes do trabalho são a causa da morte de dois milhões de pessoas por ano no mundo. Esses números representam mais mortes do que as ocasionadas pelo uso de drogas e álcool juntos. Somados a esses números são registrados em média quase 270 milhões de acidentes não fatais e 160 milhões de novos casos de doenças ocupacionais.

O Brasil foi o primeiro país a ter um serviço obrigatório de Segurança e Medicina do Trabalho em empresas com mais de 100 funcionários. Este passo foi dado no dia 27 de julho de 1972 com a publicação das Portarias 3.236 e 3.237 que regulamentavam a formação técnica em Segurança e Medicina do Trabalho. Por isto, a data foi escolhida para ser o Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho.