Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/11/15 às 15h21 - Atualizado em 30/10/18 às 15h13

Equipe do Hemocentro comemora aumento de doações

COMPARTILHAR

Secretário de Saúde incentiva doação voluntária de sangue

BRASÍLIA (27/11/15) – O Hemocentro de Brasília atingiu recorde de doações durante a Semana Nacional do Doador Voluntário de Sangue, que será encerrada neste sábado (28). Até quinta-feira (26), foram registradas 1.184 doações, número 20% superior ao do ano passado. Na manhã desta sexta-feira (27), o secretário de Saúde do DF, Fábio Gondim, acompanhou o trabalho desenvolvido pela equipe do Hemocentro, que estava lotado de doadores.

Após percorrer todas as etapas de controle do sangue coletado, Fábio Gondim enfatizou a importância de doar sangue, ato de solidariedade que salva vidas. Acompanhado da diretora presidente da Fundação Hemocentro de Brasília (FHB), Miriam Scaggion, o secretário conheceu o único laboratório sorológico robotizado da América Latina, onde o controle rigoroso aumenta a qualidade dos exames e minimiza erros, além dos laboratórios de biologia molecular, hemostasia, coagulopatia e suporte ao transplante.

Segundo a diretora-executiva, Aveline Azevedo, os laboratórios do Hemocentro realizam sorologia em 5 mil amostras de sangue por mês. Todo material coletado só é liberado para uso após testes para detecção de doenças como Hepatite C e HIV.

Outro destaque no Hemocentro é o Banco de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário, onde o sangue coletado nas maternidades dos hospitais é conservado em baixíssimas temperaturas, para utilização em transplante de medula óssea. Essa doação específica de sangue beneficia pacientes com doenças graves como leucemia, linfomas e anemias, que necessitam de transplante dessas células.

Nesta semana, o maior número de doações foi registrado no Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue (25/11), quando 625 pessoas passaram por triagem no Hemocentro e 355 foram consideradas aptas a doar. Durante todo o ano passado o Hemocentro recebeu 56.329 doadores e neste ano, até setembro, 47 mil doadores foram registrados.

Em junho a FHB recebeu o certificado ISSO 9001 do Instituto de Certificação Qualidade Brasil (ICQ Brasil), pela excelência nos serviços prestados e agora está sendo avaliado para certificação pela American Association of Blood Banks. A diretora presidente lembra que o Hemocentro faz um trabalho intenso de conscientização para fidelizar doadores, com a promoção de campanhas, envio de e-mails e com a oferta de agendamento de atendimento por meio do telefone 160, opção 2.

Quem não participou da Semana Nacional do Doador Voluntário de Sangue ainda pode ir ao Hemocentro, no início da Asa Norte, neste sábado (28), das 7h às 18h. Apesar do aumento significado no estoque nesta semana, o Hemocentro ainda precisa de sangue principalmente dos tipos A positivo, AB negativo e B negativo.

Para se tornar um doador, é necessário ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 quilos, não ter ingerido bebidas alcoólicas nas últimas 24 horas que antecedem a doação, além de estar alimentado.

Também é necessário respeitar os intervalos de doação. Para mulheres o período é de, no máximo, três vezes ao ano ou a cada quatro meses e, no caso dos homens, a doação pode chegar a quatro vezes por ano.