Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/03/13 às 19h47 - Atualizado em 30/10/18 às 14h58

DF terá uma Universidade do SUS

COMPARTILHAR

Unisus será 1ª do país na estrutura de uma Secretaria de Saúde

A Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), da Secretaria de Saúde, que oferece cursos de graduação em medicina e enfermagem, será transformada em universidade. Ao anunciar a criação da Universidade de Ciências da Saúde do Distrito Federal – Unisus/DF – o secretário de Saúde, Rafael Barbosa, informou que o número de vagas para o curso de medicina deve dobrar e até 2015 será criado o terceiro curso de graduação.

A transformação da ESCS, incorporação da Escola Técnica de Saúde de Brasília (Etesb) e da Coordenação de Desenvolvimento de Pessoas (Codep) na Unisus estão previstas no Plano de Saúde no quadriênio 2012-2015, aprovado pela Resolução CSDF nº 395 de 14 de agosto de 2012. As duas primeiras são instituições de ensino mantidas pela Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (Fepecs) e a Codep compõe a estrutura da Fundação, vinculada à SES/DF. O grupo de trabalho que irá elaborar o projeto da Universidade está sendo formado e será divulgado em breve no Diário Oficial do Distrito Federal.

Instituições

A Etesb, conhecida pela comunidade pela tradição em formar técnicos e capacitá-los desde 1960, vai compor a estrutura organizacional da Universidade. “O ensino técnico tem vinculação a vários tipos de estruturas no País. Têm escolas técnicas ligadas a Secretaria de Educação, outras à Saúde e também a universidades”, indica a diretora executiva da Fepecs, Gislene Capitani.

A Unisus/DF contará em sua estrutura com a Codep, que responde pelo desenvolvimento profissional de mais de 30 mil servidores da rede de Saúde do Distrito Federal e por isso será um centro de conhecimento importante para a Universidade. A ESCS, além de oferecer dois cursos de graduação, também produz pesquisa científica e possui programas de especialização lato sensu (Residências e outras especializações) e programa de pós-graduação strictu sensu como os de mestrado acadêmico internacional (Minter) e mestrado profissional.

Estrutura
A diretora executiva explica que para que essa transformação aconteça, faz-se necessária nova estrutura organizacional – criação do quadro funcional e de docentes, já que desde a criação da Fundação, há 11 anos, isso ainda não foi feito. “Os servidores que hoje estão na estrutura da Fepecs da Codep serão incorporados à Universidade. Em relação aos docentes, temos o plano de criar a função docente- pesquisador que, nas carreiras da Secretaria de Saúde, prestarão serviço para a Universidade como servidores dentro do local de trabalho em que atuam – hospitais, centro de saúde e equipes de saúde de família. No nível técnico, será criado o quadro de docentes do ensino técnico”, declara.

Vinculação

A diretora da Fepecs explica que a Unisus/DF se manterá vinculada à Secretaria de Saúde por motivos estratégicos em virtude do seu foco na formação e especialização para a saúde no SUS, com docentes do SUS, metodologias de ensino problematizadoras (baseados na realidade) e real integração entre o ensino e serviço.

A Unisus/DF será a única universidade do Brasil a fazer parte da estrutura de uma Secretaria de Saúde. A diretora também reforça que a Unisus será universidade especializada pelo campo do saber da área de saúde, com a missão de contribuir neste âmbito para a melhoria e qualidade da atenção à Saúde da população do DF.

Renata Madeira