Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/07/15 às 21h12 - Atualizado em 30/10/18 às 15h12

Estandes educativas e culturais fazem parte da 9ª Conferência

COMPARTILHAR

Participantes puderam assistir apresentações culturais e passar em diversas mostras

BRASÍLIA (20/7/15) – A 9º Conferência de Saúde do Distrito Federal, que foi aberta na manhã desta segunda-feira (20) com o Hino Brasileiro entoado por uma dupla de violeiros, contou com diversas apresentações culturais e estandes com exposições para os participantes. Um espaço intitulado “Palco da Saúde: diferentes atores, diferentes cuidados”, funcionará, nesta terça-feira (21), das 8h às 18h.

Além de atividade musical com coreografia do grupo “Bem viver”, composto por pacientes Hospital Regional do Gama que tem Alzheimer, Parkinson e que sofreram acidente vascular cerebral (AVC), o público ouviu o som do Grupo Lúdico de Música do Centro de Atenção Psicossocial II (Caps) de Taguatinga e participou de uma prática integrativa de alongamento.

Nos estandes, a médica geneticista Graziela Antonialli e sua equipe divulgaram os avanços do teste do pezinho em recém-nascidos. “Apenas o Distrito Federal tem o teste ampliado para diagnosticar mais de 30 doenças, enquanto no restante no país são apenas cinco”, disse. Segundo ela, aproximadamente 40 mil crianças nascidas por ano realizam o exame no DF.

Outro grupo divulga o uso de fitoterápicos, que são medicamentos obtidos com emprego exclusivo de matérias-primas ativas vegetais. A rede pública possui duas farmácias vivas, sendo uma no Riacho Fundo e outra em Planaltina. A população pode ter acesso a plantas medicinais in natura, xaropes e tinturas.

No local, também há entrega de folders sobre dengue, doação de sangue e leite, políticas para mulheres, idosos e crianças.