Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/02/15 às 10h28 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

Farmácia Viva produziu 25,5 mil fitoterápicos em 2014

COMPARTILHAR

Núcleo produz oito medicamentos com base em plantas medicinais

BRASÍLIA (2/2/15) – A demanda de fitoterápicos tem crescido na rede pública de saúde do Distrito Federal. Em todo o ano passado, foram produzidos 25,5 mil deles na Farmácia Viva, núcleo responsável pelo cultivo de plantas e produção de medicamentos feitos à base de flora medicinal, para a rede pública.

“Uma das nossas frentes de trabalho é a educação na saúde, repassando informações técnicas a profissionais da rede de saúde pública do DF. Hoje, temos 350 profissionais cadastrados em nossa base de dados, que recebem informações sobre plantas medicinais e assim podem indicar ao paciente”, explica o chefe do Núcleo de Farmácia Viva, Nilton Luz Netto Junior.
A rede conta com 22 unidades vinculadas, que recebem medicamentos produzidos na Farmácia Viva. Pacientes com a receita médica podem retirar o fitoterápico gratuitamente em qualquer uma das unidades.

MEDICAMENTOS – Atualmente, a Farmácia Viva produz oito fitoterápicos. “O xarope de guaco é o nosso carro chefe. É o mais prescrito pelos médicos. É um excelente expectorante. Tem também a tintura de guaco, mais indicada para diabéticos e para quem faz dieta, por não ter açúcar. E pretendemos relançar, em breve, o chá de guaco que é ainda melhor para esse público”, conta Nilton Luz Junior.

Outro medicamento também bastante indicado na rede é a pomada de erva baleeira. “Não há na rede nenhum outro medicamento que tenha o mesmo efeito que ela. Essa pomada é usada como anti-inflamatório, em dores associadas a músculos e tendões – como tendinite, artrite e artrose-, ou derivadas de queda”, aponta o chefe do núcleo. Ele comenta, ainda, que a pomada está sendo usada por fisioterapeutas da rede, na hora de fazer o ultrassom.

A farmácia ainda produz fitoterápicos para tratamento de problemas na pele, como o gel de alecrim, pimenta ou babosa. A pomada de confrei também pode ser encontrada na Farmácia Viva, ela tem ação cicatrizante e é indicada para manchas arroxeadas e contusões. Para problemas gástricos, a indicação é a tintura de boldo nacional.

Lançada na comemoração dos 25 anos da Farmácia Viva, no ano passado, a tintura de funcho passou a fazer parte dos medicamentos do núcleo, indicada para gases, má digestão e cólicas intestinais e menstruais. “Ela tem sabor agradável e pode ser consumida até por crianças. Só não é indicado para gestantes”, observa Nilton Luz.

Onde encontrar

Hospital de Base
Diretoria de Saúde Ocupacional (Asa Sul)
Hospital Dia (508 Sul)
Centro de Saúde nº 1 de Brazlândia
Centros de Saúde nº 2 e nº 5 do Gama
Centros de Saúde nº 4 e nº 5 de Taguatinga
Centro de Saúde nº 3 de Sobradinho
Centro de Saúde nº 2 do Núcleo Bandeirante
Centros de Saúde nº 1 e nº 3 do Guará
Centros de Saúde nº 2 e nº 4 de Samambaia
Hospital Regional de Santa Maria
Programa Saúde da Família de São Sebastião
Centro de Saúde nº 1 de São Sebastião
Clínica da Família II do Recanto das Emas
Centro de Saúde nº 2 do Recanto das Emas
Instituto de Saúde Mental do Riacho Fundo I
Centro de Saúde nº 3 do Riacho Fundo I
Centro de Saúde nº 1 de Candangolândia
Centro de Saúde nº 4 do Riacho Fundo II