Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/09/19 às 16h24 - Atualizado em 17/09/19 às 16h25

GDF vai nomear 100 aprovados em concurso do Hemocentro

COMPARTILHAR

Governador Ibaneis Rocha anunciou a convocação e doou sangue

 

O Governo do Distrito Federal vai nomear 100 aprovados em concurso da Fundação Hemocentro de Brasília. O anúncio foi feito na tarde desta terça-feira (17) pelo governador Ibaneis Rocha, durante visita ao Hemocentro. Na ocasião, o chefe do Executivo aproveitou para doar sangue e destacou a importância do gesto.

 

Em um primeiro momento, serão chamados 50 aprovados no certame de 2017. Em janeiro de 2020, outros 50 serão nomeados. Assim, o Hemocentro poderá recompor seu quadro de servidores.

 

“Estamos preparando a contratação de novos profissionais para o Hemocentro. A gente [ao doar sangue] dá um exemplo para a sociedade. Eu convido a todos aqueles que acreditam na vida, na necessidade de doar e vamos começar a renovar os estoques para o final do ano”, conclamou o governador.

 

Ibaneis Rocha estava acompanhado dos secretários de Saúde, Osnei Okumoto, e da Casa Civil, Valdetário Monteiro. Eles também doaram sangue.

 

A Fundação Hemocentro de Brasília está recuperando os estoques de sangue tipo O+ e O-, que estão abaixo do nível seguro do estoque estratégico. Segundo dados do próprio Hemocentro, cerca de 2,3% da população do Distrito Federal realizam o ato voluntário anualmente.

 

Em 2018, a fundação recebeu pouco mais de 53 mil doadores. A média diária de candidatos à doação de sangue é de 220 pessoas, que resulta na coleta de aproximadamente 170 bolsas por dia.

 

DOAÇÃO – O secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto, explicou, durante a visita ao Hemocentro, a importância do ato voluntário para a rede pública do DF. “Em caso de cirurgia de urgência, é fundamental ter esse sangue em estoque para dar encaminhamento aos processos cirúrgicos ou mesmo aos atendimentos dentro do pronto-socorro, onde, muitas vezes, as pessoas chegam baleadas ou acidentadas e com sangramento ativo. Aí há a necessidade de a gente fazer o tratamento com o sangue doado”, comentou Okumoto antes de fazer a boa ação.

 

Presidente do Hemocentro, Bárbara Simões reforçou o chamado à população a comparecer à fundação: “É extremamente importante que todos tenham essa consciência e doem regularmente para manter os estoques regulares. Assim, quando precisarmos, teremos o produto disponível para o tratamento”.

 

Da Agência Saúde, com informações da Agência Brasília

Fotos: Breno Esaki/Saúde-DF