Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/12/13 às 18h45 - Atualizado em 30/10/18 às 15h09

Hospital Materno Infantil oferece oficina para controle da dor no parto

COMPARTILHAR

Encontro será realizado uma vez por mês

Uma oficina integrativa para controle da dor no parto será realizada nesta sexta-feira (6), das 14h às 18h, no auditório da Comissão de Residência Médica do Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB). Cerca de dez gestantes e acompanhantes poderão participar do evento, que ocorrerá uma vez por mês.

“Vamos simular o momento do parto para que as mães aprendam a fazer a auto-hipnose e outras técnicas de relaxamento, como por exemplo, banho de água morna e exercícios na bola. Elas também aprenderão técnicas de acupuntura sem o uso de agulha e de condicionamento neuromuscular.”, explica a enfermeira Lissandra Martins, que ministrará a oficina.

O objetivo da oficina é ajudar as mães a ter uma gestação mais tranqüila, diminuir a dor, facilitar o trabalho de parto, reduzir os índices de cesarianas e melhorar a condição dos bebês recém-nascidos.

“São terapias que integram a parte física, psicoafetiva e social dessas pacientes. Esse trabalho é muito importante para que possamos reforçar os recursos que facilitam a ter um parto humanizado. Se elas tiverem em harmonia com o corpo e a mente, terão um parto mais tranqüilo e a criança nascerá mais saudável”, relata Lissandra.

Durante a oficina, as gestantes ouvirão o depoimento da paciente Luciana Martins, que aplicou as técnicas em sua segunda gestação. “A experiência ajudou a romper a imagem negativa que eu tinha em relação ao parto normal. Fiquei muito mais tranqüila e não precisei fazer nenhuma intervenção cirúrgica. A técnica treina o nosso cérebro para reduzir a tensão e o medo”, relata Luciana

Para participar da oficina a gestante deve mandar um e-mail para gestart.perinatal@gmail.com ou se cadastrar pelo telefone: 9211-0681. As pacientes que tiverem com mais tempo de gravidez terão prioridade.

Saiba mais:
Em 2014 as técnicas de hipnoterapia serão ensinadas aos servidores que trabalham da rede pública de saúde. A intenção é aumentar o número de adeptos, para que a prática seja implantada em outros hospitais da rede.

Por Ludmila Mendonça e Ana Luiza Greca, da Agência Saúde DF
Atendimento à Imprensa:
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226