Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/09/20 às 16h50 - Atualizado em 18/09/20 às 18h24

Hran recebe doação de três aparelhos de hemodiálise

COMPARTILHAR

Máquinas doadas pelos acionistas da Brasal ajudarão pacientes que possuem problemas

 

JURANA LOPES

 

O Hospital Regional da Asa Norte (Hran) conseguirá salvar mais vidas graças à doação de três aparelhos de hemodiálise à unidade – referência no atendimento de casos de Covid-19 na rede pública de saúde do DF. A doação foi feita pelos acionistas da Brasal e ocorreu na última segunda-feira (14).

 

Aparelhos foram montados na unidade e serão usados no tratamento de pacientes renais – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF

“O grupo Brasal tem sido um grande parceiro no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. Esses aparelhos são essenciais porque muitos pacientes graves precisam realizar diálise. A direção do Hran está totalmente grata e feliz com essa grande contribuição. A doação não deixa de ser não só um reconhecimento, mas um prêmio que possibilitará salvar ainda mais vidas”, afirma o chefe da Unidade de Pneumologia, Paulo Feitosa.

 

Dos três equipamentos, dois ficarão no 5º andar, no setor de diálise e uma na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Com a doação, será possível aumentar em 50% a capacidade dialítica instalada no setor.

 

Equipamentos são fruto de doação dos acionistas da Brasil – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF

“Como muitos pacientes renais crônicos em diálise não puderam realizar isolamento, eles se contaminaram com Covid-19. Com isso, cerca de 50% dos pacientes com Covid-19 da nossa UTI necessitam de diálise”, explica Fábio Ferraz, responsável técnico do setor de diálise do Hran.

 

Para Fábio, essas ações são fundamentais por conta da necessidade da preservação da economia e o entendimento da saúde como um direito fundamental.

 

“A função de uma economia solidária e de uma sociedade mais justa não passa pelos seus entes mais fortes, mas sim pelos mais fracos. E os pacientes com disfunção renal são muito vulneráveis”, defende.

 

A equipe do Hran que vai trabalhar diretamente com os aparelhos – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF

Toda a direção do Hran sentiu-se reconhecida, uma vez que foi feito um esforço tremendo de todo o hospital para se adequar como unidade referência no atendimento de casos de Covid-19.

 

“Brasília e os brasilienses são parte da história da Brasal. Assim, para nós, é um privilégio podermos contribuir para vencermos esse desafio”, afirma Osório Adriano Neto acionista e vice-presidente das empresas Brasal.

 

EDIÇÃO: JOHNNY BRAGA

REVISÃO: JULIANA SAMPAIO