Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
31/01/20 às 11h20 - Atualizado em 3/02/20 às 8h51

HRC realiza palestra sobre cuidados paliativos em HIV/AIDS

COMPARTILHAR

Evento orienta os profissionais quanto à importância da assistência adequada ao paciente

 

O Hospital Regional de Ceilândia (HRC) realizou, nesta quinta (30), uma palestra sobre cuidados paliativos em pacientes com HIV/AIDS. Ministrada pelo médico infectologista, Gorki Grinberg, a aula expôs a necessidade de uma atenção especial aos usuários acometidos pelas imunodeficiências (desordem no sistema imunológico que torna o paciente mais suscetível a doenças).

 

“Por ser uma patologia multifatorial, o HIV requer uma ação integrada entre os diversos profissionais de saúde, esse envolvimento permite que o paciente tenha um tratamento mais eficaz”, explica Grinberg.

 

Voltado para servidores, estagiários e residentes, o evento é uma oportunidade para que a equipe assistencial aprimore os conhecimentos. “O profissional da saúde precisa sempre buscar a atualização, ainda mais um contexto do tratamento para o HIV/AIDS, no qual ocorre a atualização constante dos protocolos de tratamento”, comenta Grinberg.

 

De acordo com o especialista, os cuidados paliativos são ainda mais importantes para os pacientes acometidos com HIV, pois além do comprometimento à saúde física, a doença ainda é tabu perante a sociedade e carrega consigo inúmeros estigmas. “A assistência paliativa a esse paciente é diferencial, pois há mudanças constantes no quadro de saúde do paciente, o que abala tanto o doente, como os familiares”, finaliza Grinberg.

 

ATENÇÃO ESPECIAL – A Organização Mundial de Saúde (OMS) define o cuidado paliativo como uma abordagem que promove a qualidade de vida de pacientes e seus familiares, os quais enfrentam doenças que ameacem a continuidade da vida. As intervenções ocorrem por meio da prevenção e alívio do sofrimento e necessitam da identificação precoce, avaliação e tratamento da dor, além de outros problemas de natureza física, psicossocial e espiritual. No Distrito Federal, o Hospital de Apoio de Brasília é referência no serviço de cuidados paliativos e possui atendimento especializado em oncologia e geriatria.

 

Percy Souza, da Agência Saúde

Fotos: Divulgação/Saúde-DF