Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/04/13 às 19h18 - Atualizado em 30/10/18 às 14h58

HRT terá primeiro aparelho de mapeamento de fígado em hospital público

COMPARTILHAR

Exame sem cortes pode substituir a biopsia

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) é a primeira secretaria do país a utilizar o aparelho de mapeamento de fígado (Fibroscan), que será entregue nesta quarta-feira (03), às 9h, no ambulatório de gastroenterologia do Hospital Regional de Taguatinga (HRT). Sem cortar nem perfurar o paciente, o equipamento, desenvolvido para detectar a presença de fibrose no fígado, pode substituir a biopsia.

O exame, que dura de cinco a dez minutos, analisa uma área 100 vezes maior do fígado quando comparado à biopsia, diminuindo a chance de erro por amostragem. Para o coordenador geral de Saúde de Taguatinga, Otávio Augusto de Siqueira, o uso do Fibroscan é uma conquista para a qualidade de vida do paciente. “Por ser um exame não invasivo e indolor, podemos realizar o atendimento ao paciente no consultório médico, sem necessidade de internação”, destaca o médico.

Na Regional de Taguatinga, cerca de 100 pacientes passam pelo procedimento de biópsia, anualmente. Com o novo equipamento, a expectativa é de que pacientes de outras regiões administrativas do DF sejam atendidos. Além do aparelho disponibilizado para o HRT, a SES-DF adquiriu outras duas unidades, que serão instaladas no Hospital de Base (HBDF) e Hospital Dia.

Dez médicos do HRT, especializados em gastroenterologia e hepatologia, serão treinamentos para operacionalizar o equipamento.

Fibrose do fígado – A fibrose é resultado de longo período da inflamação do fígado, formando fibras que dificultam a passagem do sangue pelas veias do órgão. A fibrose pode provocar cirrose e levar à falência das funções hepáticas, quando se torna necessário um transplante de fígado.

A infecção pelas hepatites B e C, o uso abusivo das bebidas alcoólicas e os depósitos de gordura no fígado (esteatoses não alcoólica ou NASH) são algumas das causas do surgimento de fibroses. A biopsia do fígado é considerado o melhor método para avaliar o grau de fibroses.

Claudete Nascimento