Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/02/18 às 19h18 - Atualizado em 27/08/18 às 12h53

HumanizaDF

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal, por meio da Coordenação Central da Política de Humanização, vem trabalhando para fomentar e produzir mudanças nos modos de gerir e produzir saúde por meio da implementação da Política Nacional de Humanização – PNH (MS, 2003). A PNH aposta na inclusão de trabalhadores, usuários e gestores na produção do cuidado e dos processos de trabalho, traz, como princípios, a transversalidade, inserida em todas as políticas e programas do SUS, além da indissociabilidade entre atenção e gestão.

 

Trabalhadores e usuários devem buscar conhecer como funciona a gestão do serviço e da rede de saúde e participar deste processo. O cuidado e a assistência em saúde não se restringem às responsabilidades da equipe de saúde. O usuário e sua rede social devem ser protagonistas neste processo e o protagonismo, corresponsabilidade e autonomia dos sujeitos e coletivos, resultando em um SUS humanizado, que reconhece cada pessoa como legítima cidadã de direitos e valoriza e incentiva sua atuação na produção de saúde.

 

Para tanto, são necessárias várias quebras de paradigmas entre o grupo de servidores, os gestores e usuários do SUS. A proposta é fomentar e provocar maior interação entre usuário/servidor/gestor, visando a potencialização de uma atenção integral, resolutiva e humanizada. Isso se dará através da implantação de dispositivos propostos pela PNH como: acolhimento e classificação de risco, co-gestão, visita aberta e direito a acompanhante, valorização do trabalho em saúde, gestão da clínica, ambiência, dentre outros.

 

HumanizaDF