Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal

Vacinação

A Vigilância Epidemiológica é a área responsável pela imunização (vacinação) do DF. Além disso, realiza um conjunto de ações que proporciona o conhecimento, a detecção ou prevenção de qualquer mudança nos fatores determinantes e condicionantes da saúde individual ou coletiva, com a finalidade de recomendar e adotar as medidas de prevenção e controle das doenças ou agravos. Desta forma compete à Gerência de Vigilância Epidemiológica e de Imunização:

 
a) receber, organizar, analisar e divulgar dados, notificações e informações relacionadas à ocorrência de doenças sob vigilância epidemiológica e às respectivas medidas de controle adotadas, bem como das ações do Programas de Imunizações;
b) fornecer orientações técnicas permanentes a profissionais e instituições de saúde, bem como a comunidade em geral, para o adequado desempenho de ações e atividades de vigilância epidemiológica e de imunização.

Campanha Nacional contra a Influenza

Relação de Postos de Vacinação – Campanha Nacional contra a Influenza 2018 – 23 de Abril a 01 de Junho

  • *Hospital Dia da Asa Sul, atualmente pertencente à Superintendência de Região de Saúde Central, não aderiu ao programa de Vacinação contra a Influenza 2018 e portanto, não é um posto de vacinação. 

Relação de Postos do dia D – Campanha contra a Influenza – 12/05

Informes Epidemiológicos – Influenza


Boletins de Saúde – Informes Epidemiológicos

Subsecretaria de Vigilância à Saúde

Gerência de Vigilância Epidemiológica e Imunização – GVEI

Tel: 3323 7461/3905 4639

E-mail:  gveidf@gmail.com/ gveidf@gmail.com


NÚCLEOS SUBORDINADOS À GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA E DE IMUNIZAÇÃO
 
Núcleo de Imunização e Central de Rede de Frio – NIRF
O Núcleo de Imunização e Central de Rede de Frio visa contribuir para o controle ou erradicação das doenças infecto-contagiosas e imunopreviníveis mediante a vacinação sistemática da população. Especial importância tem sido dada às atividades de erradicação da poliomielite e eliminação do sarampo no país. Cabe ao NIRF:

a) coordenar, planejar, normatizar, avaliar, supervisionar e executar as ações de rotina de imunização, campanhas de vacinação e dos Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais;

b) coordenar o estoque, armazenagem e distribuição de imunobiológicos;

c) criar e adequar as normas técnicas e cumprir fluxo de informação do Programa de Imunização;

d) treinar, capacitar e orientar os profissionais de saúde envolvidos com as atividades de imunização em conjunto com a área técnica específica, bem como prestar informações e orientações à comunidade.

Tel: 3361 4531/3363 2212

E-mail:  redefriodf@gmail.com 


Núcleo de Agravos de Transmissão Hídrica e Alimentar – NATHA

O Núcleo de Agravos de Transmissão Hídrica e Alimentar atua no controle dos principais agravos de transmissão hídrica e alimentar. Tem-se investido esforços em investigações em situações de Surtos de Doença Transmitida por Alimento juntamente com as unidades básicas de saúde.  Em 2010 foram notificados 38 surtos. Também tem executado atividades de educação em saúde em relação às Boas Práticas de Fabricação de Alimentos em parceria com a Vigilância Sanitária. Sistematicamente realiza a Monitorização das Doenças Diarréicas Agudas a partir dos registros de atendimento em unidades de saúde. Além de BotulismoCólera Febre Tifóide. No Distrito Federal, o último caso confirmado de Cólera foi em 2006 (caso importado de Angola). Quanto a Leptospirose, monitora a ocorrência de casos e surtos e direciona, em parceria com a Vigilância Ambiental, medidas preventivas e de controle à população.

Tel: 3901 3084/3323 7461

E-mail:  nathadf@saude.df.gov.br

 
Núcleo de Doenças Imunopreveníveis e Agudas – NCDIA
As ações do Núcleo de Controle de Doenças Imunopreveníveis e Agudas tem como objetivo manter sob controle as doenças que podem ser prevenidas pela vacinação. Entre elas, meningites, influenza, coqueluche, difteria, paralisia flácida aguda, rubéola, sarampo, varicela, tétano, raiva, acidentes por animais peçonhentos e eventos adversos pós vacinação. Cabe ao NCDIA analisar, acompanhar e avaliar o comportamento epidemiológico de doenças sob a vigilância, bem como o impacto das medidas de controle adotadas.

Tel: 3905 4639/3323 7461

E-mail: nucdia@gmail.com