Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/04/21 às 19h15 - Atualizado em 3/04/21 às 10h37

Internação em UTI Covid por idosos com mais de 75 anos apresenta queda de 51% no DF

COMPARTILHAR

Vacinação de pessoas a partir dessa idade pode ter contribuído para essa redução

 

AGÊNCIA SAÚDE-DF

 

A Secretaria de Saúde continua registrando queda nas internações de idosos com 80 anos ou mais em leitos de UTI. Em março, quando comparou-se com fevereiro – mês em que essa população começou a ser vacinada contra a Covid-19 no DF -, os números já revelavam a queda. Em abril,  observa-se  também redução nas internações de pessoas na faixa etária  de 75 e 79 anos, que já foram vacinados com a primeira dose no DF.

 

Muda o perfil de pacientes internados na UTI com Covid-19. Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

A vacinação para quem tem 75 anos começou no dia 4 de março. Segundo o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, “é possível considerar a vacinação como um dos fatores mais importantes para a redução da gravidade das infecções, o que pode ter contribuído para a redução dessas internações”. Okumoto considera “o ritmo de vacinação no DF muito bom e, por isso mesmo, é preciso agradecer aos profissionais de saúde pelo empenho e dedicação”

 

A queda nas internações em UTI de idosos com mais de 80 anos foi de 59% comparando janeiro até o início de abril. Já para aqueles com idade entre 75 e 79 essa queda foi de 51%.

 

Entretanto, o que se observa nos primeiros meses de 2021 é que as internações de pessoas entre 25 e 59 anos aumentou de forma significativa, os números quase triplicaram, passando de 76 internações em janeiro para 202 em abril.

 

 

Outro grupo que também apresentou alta nas internações foi de pessoas entre 60 e 74 anos, passando de 63 em janeiro para 142 em abril, uma alta de 125,4%.

 

Atualmente, a rede pública de saúde conta com 430 leitos de UTI para atender pacientes com Covid-19. Sobre a vacinação, até momento, 303.535 pessoas do grupo prioritário foram vacinados no DF, o que representa 13,13% do público-alvo vacinado com a primeira dose. Receberam o reforço 81.364 pessoas, que corresponde a 3,52%. A cobertura vacinal considera a população que atualmente pode receber a vacina, que são pessoas com 18 anos ou mais.

 

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: