Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/11/17 às 11h33 - Atualizado em 11/07/18 às 17h51

Laboratório Central-LACEN

Subsecretaria de Vigilância à Saúde

Laboratório Central – LACEN

Diretor: Jorge Antônio Chamon Júnior
Contato: 3225-5288/3226 – 0794

Endereço:
Email: lacen.df@gmail.com 

Assessoria de Comunicação


O Laboratório Central de Saúde Pública do Distrito Federal (LACEN-DF) é o laboratório de referência vinculado à Secretaria de Estado da Saúde do Distrito Federal. O LACEN-DF tem como função básica realizar o diagnóstico laboratorial oportuno, seguro e rápido a fim de contribuir para o controle epidemiológico e sanitário de uma população. No cumprimento de suas funções, ainda realiza diagnósticos diferenciais e epidemiológicos a partir de amostras oriundas de pacientes suspeitos de doenças e atende à demanda analítica
de produtos sujeitos à vigilância sanitária como alimentos, medicamentos e saneantes. O laboratório se constitui como uma unidade que participa ativamente das ações de saúde, integrado às discussões e decisões do SUS, cabendo-lhe a responsabilidade de garantir
diagnósticos adequados e de qualidade, em tempo hábil, além de contribuir para o desenvolvimento de políticas nacionais para os laboratórios de saúde pública.

 

As análises realizadas no LACEN-DF podem ter caráter fiscal e de orientação sobre os produtos e serviços de interesse em vigilância sanitária. Essas análises visam verificar a ocorrência de desvios de qualidade de produtos (alimentos, medicamentos, cosméticos,
saneantes e produtos para a saúde) ou matérias-primas analisados em programas de monitoramento, em análises de rotina ou em casos de denúncias, subsidiando as avaliações de risco sanitário. Com a visão de ser uma unidade laboratorial de referência nacional em vigilância à saúde, com excelência em suas ações, com ética, compromisso, responsabilidade sócio-ambiental, credibilidade, transparência e inovação, o LACEN-DF realiza análises laboratoriais e pesquisas com qualidade, gerando informações para as ações de vigilância à saúde, promovendo e protegendo a saúde pública.

 

Atualmente, o LACEN-DF realiza cerca de 250 análises, contemplando as áreas de biologia médica, medicamentos, toxicologia e controle de qualidade em produtos e ambientes. O LACEN-DF atua como Laboratório de Referência Regional para os diagnósticos
laboratoriais de alguns agravos, tais como hanseníase, leptospirose, coqueluche, sarampo, rubéola, dengue, zika vírus, Chikungunya, difteria, enteroinfecções bacterianas (salmonelose, febre tifóide e cólera), febre amarela, meningites bacterianas, tuberculose, citomegalovírus, hantavirose, H1N1, HIV, contagem de células CD4+/CD8+, hepatites, e, ainda, infecções causadas por fungos que acometem pele, cabelo e unhas, helmintos e protozoários, tais como, malária, chagas, leishmaniose e filariose. Além de ações de controle da qualidade de alimentos, água de consumo humano, águas envasadas e não envasadas, águas de diálise e
amostras ambientais, tais como solo e água de mananciais. Atua também complementando ações de investigação de surtos alimentares. Além do monitoramento terapêutico de medicamentos relacionados à saúde mental, transplantes e oncologia.

Atualmente a sua estrutura organizacional é composta de seis Gerências: Biologia Médica, Controle de Qualidade de Produtos e Ambientes, Medicamentos e Toxicologia, Suporte Laboratorial, Sistema da Qualidade e Apoio Técnico Administrativo, conforme
definição do Regimento Interno da SES-DF (Decreto nº 34.213, de 14 de março de 2013).

 

A Gerência de Biologia Médica realiza, em conjunto com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVEP/SVS/SES-DF) e toda rede integrada da Subsecretaria de Atenção à Saúde (SAS/SES-DF), ações de controle e diagnóstico de agravos inclusos na Portaria nº 1.271,
de 06 de junho de 2014, entre outros de grande importância epidemiológica. Nos quatro núcleos que compõe a gerência realizam-se métodos de análise para identificação de infecções bacterianas e suas formas de resistência (Núcleo de Bacteriologia),
de infecções causadas por fungos, helmintos e protozoários (Núcleo de Parasitologia e Micologia), monitoramento e indicação terapêutica para HIV e hepatites (Núcleo de Técnicas Especiais) e identificação de infecções virais (Núcleo de Virologia).

 

A Gerência de Controle de Qualidade de Produtos e Ambientes realiza, em conjunto com a Diretoria de Vigilância Sanitária (DIVISA/SVS/SES-DF) e Diretoria de Vigilância Ambiental (DIVAL/SVS/SES-DF), ações de controle da qualidade de alimentos, água de
consumo humano, águas envasadas e não envasadas, águas de diálise e amostras ambientais, tais como solo e água de mananciais. Atua também complementando ações de investigação de surtos alimentares. Dentre as atividades, são realizadas análises microbiológicas, microscópicas e parasitológicas em alimentos, análise microbiológica em amostras de origem ambiental e em
água (Núcleo de Biologia de Alimentos e Ambientes); análises físicas, químicas e físico-químicas em alimentos, ingredientes e água (Núcleo de Química de Alimentos) e análises de vitaminas, aditivos, sais minerais e contaminantes químicos em alimentos, água, ingredientes e amostras ambientais (Núcleo de Vitaminas, Minerais, Aditivos e Contaminantes), além de análise de rotulagem e embalagem de alimentos.

 

A Gerência de Medicamentos e Toxicologia realiza ações de controle de qualidade físico-químico e microbiológico de produtos sujeitos à vigilância sanitária (Núcleo de Medicamentos e Cosméticos e Núcleo de Saneantes e Produtos para a Saúde). Realiza também
o monitoramento terapêutico de medicamentos relacionados à saúde mental, transplantes e oncologia, tais como fenitoína, carbamazepina, ácido valpróico, fenobarbital, lítio, metotrexato, tacrolimus, ciclosporina e sirolimus. É responsável ainda pelo monitoramento da saúde do trabalhador realizando testes de dosagem da enzima colinesterase plasmática por exposição a inseticidas organofosforados e carbamatos (Núcleo de Toxicologia). 

 

A Gerência de Suporte Laboratorial realiza atividades de recolhimento, descontaminação de resíduos com risco biológico, higienização, montagem, esterilização de vidrarias e utensílios de laboratório; e produção de meios de cultura, corantes, reagentes, kits
para uso diagnóstico “in vitro”. Ainda é responsável pela coleta, recebimento, distribuição e expedição de amostras biológicas. As atividades da Gerência visam atender às demandas internas do LACEN-DF e de unidades laboratoriais da SES/DF.

 

A Gerência do Sistema de Qualidade possui ação transversal, estando diretamente envolvida com todas as gerências e atividades do LACEN-DF. É responsável por gerir a Política de Qualidade do LACEN-DF e monitorar a efetividade de suas ações pela gestão
da qualidade; por gerenciar a Política de Biossegurança e o Programa de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde – PGRSS; por supervisionar e consolidar periodicamente os dados relativos aos ensaios laboratoriais em caráter informativo e para fins de financiamento junto aos sistemas de informação do Ministério da Saúde; e por implementar ações relacionadas à pesquisa científica e à democratização do acesso à informação técnico- científica.

 

A Gerência de Apoio Técnico Administrativo atua na prestação do suporte administrativo ao LACEN-DF. Dentre as suas atividades a gestão do ponto eletrônico de servidores do LACEN-DF (FORPONTO); a gestão das compras realizadas pelo PDPAS; o acompanhamento e o controle dos processos de aquisição de insumos, consumíveis, serviços e equipamentos; a gestão de contratos de reforma e manutenção predial; a autuação de processos de compras; e ouvidoria.

 

Exames e Análises realizadas pelo LACEN-DF

Cartilha de Serviços Laboratoriais – Agosto/2017