Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/02/14 às 18h40 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Médicos temporários reforçam atendimento no Hospital de Ceilândia

COMPARTILHAR

Regional conta com 330 médicos, 150 enfermeiros e 500 técnicos de enfermagem

 

 

 

O Hospital Regional de Ceilândia recebeu em janeiro, 22 médicos de contrato temporário para reforçar o atendimento nas Unidades de Pediatria (3), Ginecologia (7), Clínica Médica (6), Traumatologia e Ortopedia (3), Psiquiatria (1), Anestesiologia (1) e Neonatologia (1).

De acordo com a coordenadora geral de Saúde de Ceilândia, Lucimar Gonçalves, “esses profissionais mesmo que temporários foram convocados a cumprir seu papel no serviço público visando melhorar o atendimento do usuário com incremento de carga horária nas principais especialidades deste hospital”, comenta.

A porta de entrada do pronto socorro com maior atendimento é a Clínica Médica com 250 consultas, seguida da Ortopedia e da Pediatria com 200 atendimentos ao dia, num total de 25 mil consultas ao mês (incluindo ginecologia e obstetrícia, cirurgia geral e odontologia). A Regional conta com 330 médicos, 150 enfermeiros e 500 técnicos de enfermagem. Segundo a coordenadora Lucimar Gonçalves de 2010 a 2014 houve um aumento de 30% de profissionais médicos na Coordenação.

Atualmente, 40 clínicos estão distribuídos nos consultórios, ambulatórios verde e azul e nas enfermarias, bem como no atendimento nas salas vermelha e amarela do pronto socorro.

Classificação de Risco

No HRC desde terça-feira (4) começou a funcionar na emergência do hospital, a identificação dos usuários com pulseiras coloridas de acordo com a classificação de risco de forma a identificar o horário e a cor destinada ao atendimento: cor vermelha (emergência), laranja (muito urgente), amarela (urgente), verde (pouco urgente) e azul (não urgente) conforme preconiza para cada caso o Protocolo Manchester.

Por Júlio Duarte, da Agência Saúde DF
Atendimento à imprensa:
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226