Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/04/20 às 11h01 - Atualizado em 1/05/20 às 16h36

Na Saúde, confira o que abre e o que fecha no feriado do Dia do Trabalhador

COMPARTILHAR

Emergências, Unidades de Pronto Atendimento e o Samu funcionam 24 horas por dia

 

As emergências dos hospitais e Unidades de Pronto Atendimento funcionarão normalmente durante o feriado do dia do Trabalhador, nesta sexta-feira (1º). No entanto, alguns serviços da Secretaria de Saúde não irão funcionar. Confira quais são eles:

 

  • AMBULATÓRIOS
    Sem funcionamento.

 

  • CAPS
    Apenas os Centros de Atenção Psicossocial (CAPs) do tipo III, voltados ao atendimento de retaguarda e articulação em rede, que estarão com atendimento 24 horas por dia.

 

  • EMERGÊNCIAS E UNIDADES DE PRONTO-ATENDIMENTO
    Todas as emergências dos hospitais regionais e as Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) vão funcionar 24 horas por dia. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também funcionará de forma ininterrupta, podendo ser acionado pelo telefone 192.

 

  • HEMOCENTRO
    Não haverá atendimento na Fundação Hemocentro de Brasília nesta sexta-feira, 1º de maio, Dia do Trabalho.
  • O atendimento será retomado no sábado (2/5), das 7h às 18h. Devido à pandemia do coronavírus, é preciso agendar a doação de sangue previamente.
  • Vai doar sangue? Antes de ir ao Hemocentro, faça o agendamento individual pelos telefones:
    – 160, opção 2 ou 0800 644 0160 (atendimento telefônico de segunda a sexta, das 7h às 21h. Aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 18h)
    – (61) 3327-4447 ou (61) 3327-4413 (atendimento telefônico de segunda a sábado (exceto feriados), das 7h às 18h)

 

  • UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE
    Sem funcionamento. Lembramos que sábado (02), UBS do tipo II funcionarão em várias regiões administrativas. Confira aqui a lista completa.

 

  • VIGILÂNCIA EM SAÚDE
    Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs)
    O setor disponibiliza canais de comunicação, 24 horas por dia, sete dias por semana, para profissionais e a população comunicarem sobre casos suspeitos, não só da Covid-19, mas de outros agravos, como meningite, febre amarela, leptospirose e dengue.
    O centro tanto vai a campo em razão de solicitação dos profissionais, quanto faz o trabalho de busca ativa, nas rondas durante finais de semana e feriado, quando as vigilâncias epidemiológicas locais não funcionam.
  • Confira aqui as doenças de notificação imediata
    Telefone (61) 99221-9439 e o e-mail notificadf@gmail.com.

 

Da Agência Saúde