Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/02/16 às 11h29 - Atualizado em 30/10/18 às 15h14

Nova visita à casa de acumuladores de lixo no Gama

COMPARTILHAR

Ação nesta quinta-feira (25) tem objetivo de eliminar focos do Aedes aegypti

BRASÍLIA (24/2/16) – A equipe de combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya, fará mais uma ação na casa de acumuladores do Gama. A atividade será nesta quinta-feira (25), das 8h às 12h, em dois lotes da Quadra 33 do Setor Leste. Conforme mapeamento, existe uma grande quantidade de bens inservíveis guardados nos terrenos.

De acordo com o enfermeiro Dhemes Zoeste, coordenador do programa de combate ao mosquito, o perfil psicológico de um acumulador é complexo e caracteriza-se pelo hábito de guardar bens inservíveis. “Vasilhas, metais, sacolas, garrafas ou outros objetos que são encontrados em pontos sujos ou jogados nas ruas, mas que não são vistos pelos acumuladores como lixo. Esses materiais ficam acondicionados nas residências, acumulando água, gerando criadouros para o mosquito”, explicou o enfermeiro.

O maior desafio da equipe é sensibilizar pessoas com esse tipo de compulsão. Existe uma resistência em aceitar o problema, já que os acumulares não reconhecem o transtorno e não conseguem evitar o hábito de armazenar objetos inservíveis.
O Comitê Executivo Intersetorial de Gestão do Plano de Prevenção e Contingência da Dengue (Geiplandengue-Gama) já mapeou 18 acumuladores no Gama e está fazendo a busca ativa de outros moradores com esse perfil.