Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/05/17 às 13h17 - Atualizado em 30/10/18 às 15h17

Número de atendimentos cresce 40% no Adolescentro

Unidade realiza mais de 3,5 mil atendimentos mensais

BRASÍLIA (24/5/17) – O número de aconselhamentos realizados pelo Adolescentro – centro de referência de saúde integral ao adolescente da Secretaria de Saúde – aumentou em 2017, em comparação ao mesmo período do ano passado. Somente em abril deste ano, esse aumento foi de 40%, totalizando 159 casos. No mesmo período de 2016 foram 113. 

O Adolescentro fica na 605 Sul e realiza mais de 3,5 mil atendimentos 
?gerais ?mensais a pessoas entre 10 e 18 anos residentes no Distrito Federal e entorno. No local, é oferecida assistência médica e odontológica, além de tratamentos terapêuticos focados na promoção da saúde mental dessa faixa etária.

Segundo a gerente do centro, Ana Paula Oliveira Reis Tuyama, o impacto na estatística pode ser referente à época do ano, após férias e Carnaval, como também uma resposta a força que a internet, as redes sociais e a televisão têm na vida dos adolescentes.

Muito mais do que apontar o mundo virtual como grande vilão, a médica chama a atenção para a abertura ao diálogo que a rede proporcionou sobre temas recorrentes da adolescência, o incentivo à reflexão e a busca da rede de apoio.

“Muitos pais se perguntam por que a adolescência é uma fase tão difícil. Durante esse período, as ideias, o corpo, tudo muda. A era digital também acrescentou novas angústias e ameaças, mas também trouxe para o debate temas que precisavam ser discutidos, incentivando o adolescente a buscar ajuda”, explica Ana Paula.

A sexualidade, hiperexposição nas redes sociais, ciberbullying, conflitos familiares e violência são temas trabalhados nos grupos terapêuticos. A equipe multidisciplinar do Adolescentro proporciona diferentes pontos de vista, estimulando o adolescente a refletir e a se expressar.

Segundo Paula, 16 anos, moradora do Gama, os encontros em grupo têm ajudado a entender e superar os problemas. “Gosto muito de vir. Além de me ajudar, também procuro ajudar outras pessoas que precisam”. 

Com Yasmin, 13 anos, moradora de Taguatinga, não foi diferente. “Frequento o Adolescentro há um tempo. Comecei no grupo de entrada e depois pedi para participar de outro. Aqui faço amigos, reflito sobre os meus problemas e melhoro o jeito de eu me expressar. É um espaço em que não me sinto julgada”.

Para a psicóloga Ana Carolina Bessa, o tratamento em grupo justifica-se pelo alto impacto na aprendizagem alcançado por meio da troca de experiências e exposição de diferentes pontos de vista.

O Adolescentro oferece mais de 20 grupos terapêuticos com diferentes formatos para atender a demanda. A família e os responsáveis também são incluídos no tratamento. Existem grupos específicos que trabalham as questões que geram conflitos familiares e angústias em relação ao comportamento do adolescente.

“Temos grupo de adolescente e grupos de responsáveis. Os grupos são bem ecléticos. Recebemos todo mundo, de servidores públicos aos moradores de assentamento. Somos procurados, inclusive, pela rede particular que encaminha pacintes para proporcionar um tratamento que englobe também os pais”, completa Ana Carolina.

PROFISSIONAIS – Para atender a demanda, o centro conta com profissionais altamente especializados, o que possibilita oferecer capacitações e treinamentos para outras instituições, melhorando continuamente a capacidade dos profissionais de atenderem essa fase do ciclo de vida com toda a sua complexidade.

“Periodicamente recebemos residentes, estagiários, para entender como trabalhar de forma integral com o adolescente. Também oferecemos palestras e treinamentos a outras instituições e escolas que demandarem”, explica Ana Paula.

Para participar dos grupos terapêuticos, basta comparecer ao Adolescentro das 7h às 18h de segunda a sexta-feira. No primeiro contato, não é preciso marcar hora e o atendimento é por ordem de chegada. É feita uma primeira entrevista e depois o caso é encaminhado ao grupo mais adequado às queixas apresentadas.

Confira aqui as atividades oferecidas no Adolescentro.