Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/05/14 às 16h49 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

Nutricionistas da SES são premiados em Congresso

COMPARTILHAR

Trabalho apresentado aborda a importância do alimento no tratamento

Servidores da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF) tiveram trabalho sobre a atuação das equipes multidisciplinares de nutrição para alimentação de pacientes com necessidades especiais premiado no VI Congresso Brasileiro de Nutrição e Câncer. O evento foi promovido pelo Grupo de Apoio de Nutrição Enteral e Parenteral do Hospital da Beneficência Portuguesa (Ganep Nutrição Humana) – uma das mais antigas instituições especializadas em Terapia Nutricional do Brasil.

A pesquisa apresentada foi desenvolvida pelos nutricionistas Guilherme Duprat e Henrique Abreu, do Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF), sendo que outros hospitais da SES também foram estudados. O resultado do trabalho científico mostrou que os hospitais públicos do DF que disponibilizam horas específicas para o trabalho de equipe em nutrição possuem um desempenho melhor. “O acompanhamento da equipe de nutrição nos tornam hospitais de excelência na área. Nossa realidade assistida impressionou positivamente os participantes do congresso”, disse Guilherme Duprat.

A Pesquisa

Segundo Guilherme, os pacientes assistidos por uma equipe exclusiva de nutrição apresentaram melhores resultados de recuperação. Perderam menos peso durante a internação e adquiriram mais resistência física e tolerância aos medicamentos. “O efeito dessa atenção paralela foi um tempo menor de internação hospitalar, o que significa menor gasto para o Estado e melhor qualidade final do tratamento oferecido ao usuário”, completou.

Os autores do trabalho concluíram pela maior importância da participação da equipe. A dedicação exclusiva da equipe deveria se tornar uma exigência obrigatória em todos os hospitais públicos, como já acontece nos mais importantes hospitais privados e de referência do País. “Este é o melhor caminho para se oferecer terapia nutricional de qualidade”, encerrou Duprat.

Por José Roberto Bueno, da Agência Saúde DF