Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/03/18 às 19h14 - Atualizado em 27/08/18 às 12h54

Órtese e prótese

Gerência de Órteses e Próteses

 

Para receber uma órtese ou prótese gratuita, o paciente deve ser atendido em um hospital da rede pública de saúde. Após avaliar o caso, os médicos dão um parecer indicando o tipo de material de auxílio necessário. Depois, é preciso comparecer à Gerência de Órteses e Próteses da Secretaria de Saúde, localizada na estação do metrô da 114 Sul, para efetuar o cadastro, passar por uma triagem e entrar na lista de espera. É necessário levar o laudo e as vias originais de CPF, RG e comprovante de residência.  

 

Quando convocado, o paciente deve ir à oficina para tirar as medidas da órtese ou prótese a ser fabricada. O tempo de entrega varia de acordo com o equipamento.  

Até agosto de 2017, foram entregues mais de cinco mil equipamentos de auxílio à reabilitação, como cadeiras de rodas, aparelhos auditivos e bengalas. As palmilhas ocupam a primeira posição do ranking, com mais de 1.500 entregas.  

 

De acordo com a chefia do Núcleo de Órteses e Próteses, 80% dos materiais são adquiridos por meio de licitação, com supervisão da Oficina, e os outros 20% são fabricados no próprio local, como órteses de membros superiores e coletes. No plano Viver sem Limite-DF, estão previstas a revitalização da oficina existente e a construção de duas novas, ligadas ao Centro Especializado para Habilitação e Reabilitação de Pessoas com Deficiência.  

 

Telefone: (61) 3362-8415/3346 4525

Endereço: estação do metrô da 114 Sul – Brasília-DF

 


Oficina de Órtese e Prótese

 

A Oficina de Órteses e Próteses do GDF, localizada no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), atende cerca de 180 pacientes por mês que necessitam de materiais para reabilitação. A iniciativa faz parte projeto Viver sem Limite-DF, sob a coordenação da Casa Civil e da Secretaria de Justiça.  

No espaço, são produzidas e distribuídas próteses e órteses, que atuam como auxiliares na complementação ou correção de áreas lesionadas. Na oficina, também é feito o acompanhamento do paciente, com constantes avaliações para analisar a adaptação ao material recebido.   

 


Materiais diversos

 

Manual de Práticas e Gestão de Próteses e Materiais Especiais