Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/02/20 às 18h30 - Atualizado em 12/02/20 às 19h02

Ouvidoria da Saúde recebe 70% a mais de elogios em janeiro

COMPARTILHAR

Resultado também foi positivo na resolutividade que aumentou 41% 

 

 

A Ouvidoria da Secretaria de Saúde aumentou em 70% o número de elogios recebidos, comparando os números de janeiro do ano passado com os de janeiro desse ano. Passou de 315, em 2019, para 537, em 2020. As manifestações também cresceram. No mesmo período de 2019, foram recebidas 3.318 manifestações, enquanto que, neste ano, foram 4.599. Um aumento de 39%, entre elogios, reclamações, pedidos de informações, solicitações, denúncias e sugestões.

 

 

Destaque, também, para o aumento de 34% para 41% no índice de resolutividade das demandas, se comparado janeiro de 2020 com o mesmo período do ano passado. Isso significa dizer que as denúncias, reclamações e solicitações feitas pela população estão sendo resolvidas com mais agilidade.

 

 

“Quando recebe a demanda, a ouvidoria direciona a manifestação para a área técnica, que responde via sistema. Após receber a resposta, o cidadão pode avaliar como resolvida ou não resolvida. Assim, quanto maior o número de manifestações avaliadas como resolvidas, maior será a resolutividade”, explica o gerente de Triagem de Controle de Qualidade da Ouvidoria, Thyerys Araruna Almeida.

 

 

Segundo o chefe da Unidade Setorial de Ouvidoria da Secretaria de Saúde, Marcos Paulo Freire, o aumento da resolutividade foi resultado de um combinado de ações da Ouvidoria da Saúde em conjunto com as 16 ouvidorias seccionais e os mais de 200 interlocutores de ouvidoria da pasta.

 

 

“Estas ações possibilitaram maior agilidade com relação ao tempo de resposta ao cidadão e a melhoria na qualidade dessas respostas, facilitando a compreensão, bem como aumentando a credibilidade no sistema de Ouvidoria”, destaca.

 

 

CREDIBILIDADE – Esse aumento de credibilidade também justifica o crescimento do número de manifestações à Ouvidoria da Secretaria de Saúde, segundo Marcos Paulo.

 

 

“A população tem visto a ouvidoria como interlocutora, ou seja, uma ponte entre o governo e a sociedade. A facilidade e a comodidade de poder solicitar serviços, pedir informações, reclamar de serviços prestados, sugerir mudanças, denunciar práticas irregulares e elogiar servidores e instituições, por meio do sistema OUV-DF, pelo site de qualquer lugar, também colabora”, ressalta o gerente de Acompanhamento de Ouvidorias da Secretaria de Saúde, Alessandro Sá. Ele observa que o setor também tem buscado o melhoramento contínuo e a qualidade nos serviços prestados.

 

 

Aline Martins, da Agência Saúde