Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/10/13 às 11h53 - Atualizado em 30/10/18 às 15h08

Pacientes com câncer recebem perucas no Hospital de Base

COMPARTILHAR

 Voluntários que atuam no HBDF atenderam 35 mulheres

Devolver o sorriso e elevar a autoestima das mulheres com câncer de mama que perderam os cabelos devido ao forte tratamento de quimioterapia ao qual são submetidas. Foi esse o objetivo do evento que aconteceu na manhã de segunda-feira (21), no Centro de Alta Complexidade em Oncologia, promovido por um salão de beleza da cidade em parceria com a Rede Feminina, uma Organização não Governamental que atua no Hospital de Base do Distrito Federal há 17 anos. 

A ação, em alusão ao outubro rosa, mês em que se comemora o combate ao câncer de mama, atendeu 36 mulheres que lutam contra a doença. Após o novo penteado, elas ainda foram maquiadas. Esse é o segundo ano que centro de estética vai ao hospital fazer a doação. Ao todo, 80 pacientes já foram contempladas.

“Quando uma mulher descobre que têm câncer, o mundo desaba. É neste momento que iniciamos um processo de acompanhamento às pacientes, como doações de roupa, serviço de psicologia e a peruca, que custa em torno de R$ 1.800 e poucas pessoas têm condições de comprar. Estes pequenos gestos mudam da vida dessas pessoas, que passam a sair de casa, se arrumar mais e viver com mais alegria”, conta Vera Lúcia, coordenadora do projeto. 

Floripes da Silva, dona de casa, mastectomizada das duas mamas foi se embelezar e saiu satisfeita com o resultado. “Eu tinha vergonha de usar touca, lenço, então não saia de casa. Há um ano faço tratamento, e sei que agora vou viver mais animada. Até meu esposo me cobrava isso”, conta. 

Rosilene Pedroso decidiu raspar o cabelo por conta própria, em julho, quando iniciou o tratamento. “O cabelo é o charme de qualquer mulher. Sinto como se estivesse recuperando um pedaço de mim que havia perdido”, lembra. 

Referência em Oncologia 

Desde o início do ano, o Centro de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon) do Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF) já atendeu 30 mil pacientes e realizou mais de 400 cirurgias de câncer. É referência na especialidade clínica em todo o País. 

O Cacon é composto pela Unidade de Oncologia Clínica, Unidade de Cirurgia Oncológica, Quimioterapia, Radioterapia e uma equipe de oito médicos, especializados na doença, que tratam diagnósticos de câncer confirmados por biópsia, câncer de pele, tumores diversos do aparelho digestivo, entre outros.

Amandda Souza