Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/05/13 às 14h24 - Atualizado em 30/10/18 às 15h05

Pacientes de Samambaia contam com novo tratamento

COMPARTILHAR

Terapia consiste na aplicação de pressão negativa no local do ferimento

 

Os pacientes do Hospital Regional de Samambaia – HRSam passaram a contar com uma nova técnica, o tratamento de feridas a vácuo “Vac therapy”. A terapia consiste na aplicação de pressão negativa no local do ferimento, removendo os fluidos que retardam a cicatrização.

 “É um avanço que estamos introduzindo no hospital para melhorar a qualidade dos serviços e o tempo de cura do paciente”, explicou o coordenador-geral de Saúde de Samambaia, Manoel Solange Fontes Teles.

 O novo método, que proporciona uma rápida cicatrização do ferimento, contribuirá para a redução do tempo de internação do paciente, o que pode afastar riscos de infecções no local da ferida, além de diminuir os custos com antibióticos e com a própria internação.

 O supervisor de enfermagem da Unidade de Clínica Médica, Bruno Assis, explica os benefícios dessa técnica. “Uma ferida que antes era tratada com não menos que trinta dias, a partir de agora com esse tratamento, poderá levar sete dias para entrar na fase de cicatrização, por exemplo”, informou.

 De acordo ainda com o supervisor, pacientes com feridas operatórias, úlceras por pressão e feridas diabéticas podem se beneficiar com o tratamento a vácuo, já que favorece uma aproximação mais rápida das bordas do ferimento do que os métodos convencionais.

 Iêda Oliveira