Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/09/13 às 21h19 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

Nutricionistas do HRAN orientam diabéticos sobre controle de glicemia

COMPARTILHAR

 

O Hospital Regional da Asa Norte (HRAN) oferece nesta sexta-feira (06), das 8h às 11h, no ambulatório, a palestra “Contagem de Carboidratos”, com exposição prática e teórica sobre o controle do diabetes e sua relação com o consumo de carboidratos, para auxiliar pacientes diabéticos a controlar a glicemia. 

A palestra é realizada sempre na primeira sexta-feira de cada mês, para no máximo 15 pessoas. O público-alvo são os  diabéticos que utilizam como forma de tratamento a terapia com múltiplas doses de insulina ou sistema de infusão contínua de insulina, que poderá ser ajustada baseada no consumo de alimentos. 

“A palestra é direcionada aos pacientes atendidos pelos endocrinologistas do HRAN, mas qualquer paciente da rede pública e particular pode participar. Normalmente, recebemos pacientes da Regional Norte e de outras Regionais que não possuem este atendimento específico aos diabéticos”, comenta a nutricionista Lilian Barros. 

Os participantes receberão informações sobre a  terapia nutricional na qual se contabilizam os gramas de carboidratos consumidos nas refeições e lanches, com a finalidade de manter a glicemia dentro de limites convenientes. 

Para um adulto saudável o nível médio de glicemia deve estar entre 70 a 99mg/dl (miligrama por decilitro). “A razão pela qual contamos gramas de carboidratos é porque esses tendem a ter maior efeito na glicemia”, afirma a nutricionista. 

De acordo com a nutricionista, a contagem de carboidratos é a principal terapia de tratamento nutricional para o paciente diabético tipo 1, segundo as diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD).  “Quando o paciente entende como contar carboidratos, ele tem  maior variedade na escolha dos alimentos que compõem o seu plano alimentar, além de controlar sua glicemia mais precisamente”, explica. 

Nos encontros são abordados temas relacionados à alimentação saudável, às necessidades individuais de macronutrientes, especialmente dos carboidratos, rótulo de embalagens e quantidade de carboidratos dos alimentos. A palestra também aborda o diabetes,  as complicações e o tratamento. 

No momento da consulta com o nutricionista, endocrinologista e com os profissionais de enfermagem, o paciente é convidado a participar da próxima palestra para que o tratamento seja feito com mais eficácia.  

Patrícia Kavamoto