Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/12/15 às 13h44 - Atualizado em 30/10/18 às 15h14

Papai Noel continua visita a pacientes da atenção domiciliar

COMPARTILHAR

Sete residências já foram beneficiadas na Asa Norte e Cruzeiro

BRASÍLIA (23/12/2015) – Com entrega de presentes e, também, de cestas básicas, o Papai Noel e a equipe no Núcleo de Atenção Domiciliar da Região Centro-Norte (Nrad) já visitou sete residências de pacientes acamados em casa em razão de doenças crônicas.

A ação começou nesta terça-feira (22) com a visita de três casas na Asa Norte e, na manhã desta quarta-feira (23), as equipes já visitaram outros quatro domicílios no Cruzeiro. A próxima e última parada será nesta quinta-feira (24), véspera do Natal, na Vila Planalto.

“Para as famílias esse é um momento único, porque os pacientes sofrem muito em razão de doenças que não têm cura. Por isso, oferecer qualidade de vida e alegria, nem que seja por um dia apenas, é gratificante tanto para eles, quanto para eles”, disse a médica e chefe do NRAD Região Centro-Norte, Vanessa Vasconcelos Carvalho.

Segundo ela, a equipe também faz os percursos e sempre leva balinhas, já que onde o carro passa com o Papai Noel, as crianças se aproximam também para ver tudo de perto.

“Nas casas que já visitamos, os pacientes também falam que o Papai Noel só havia entrado na casa deles pela televisão. Essa seria a primeira vez que ele veio pessoalmente fazer a visita”, descreveu a médica.

A maioria dos pacientes atendidos pela equipe sofreram Acidente Vascular Cerebral (AVC) ou desenvolveram demência e doenças neurológicas. Ao finalizar a entrega de presentes, o atendimento é feito normalmente, com avaliação médica e consulta.

A equipe multiprofissional é formada por médico, enfermeiros, técnicos de enfermagem, assistente social, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, psicóloga, nutricionista, odontóloga, técnica administrativa, além do motorista.

Para ter acesso aos serviços do Programa de Internação Domiciliar no DF, o paciente ou responsável por ele deve entrar em contato com o Núcleo Regional de Atendimento Domiciliar (NRAD) da região onde mora.