Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/10/19 às 15h56 - Atualizado em 3/10/19 às 16h12

Paranoá Parque terá a primeira unidade básica de saúde

COMPARTILHAR

Previsão é de que as obras se iniciem até o final do ano

 

Foto: Tony Winston/Arquivo Agência Brasília

A população do Paranoá Parque ganhará sua primeira Unidade Básica de Saúde (UBS), localizada na quadra 2, conjunto 6, Área Especial 4. No local, serão atendidas cerca de 24 mil pessoas, residentes no conjunto habitacional.

 

O primeiro passo para o início das obras da UBS já foi dado com a publicação do edital de licitação destinado a contratar a empresa responsável pela construção. O processo foi divulgado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta quinta-feira (3), no valor de R$ 3.807.382,68. O projeto arquitetônico foi elaborado pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap).

 

A Subsecretaria de Infraestrutura (Sinfra) da Secretaria de Saúde acredita que as obras sejam iniciadas até o final do ano. Espera-se que a construção esteja concluída em até 15 meses, a contar da contratação da empreiteira até a entrega da UBS à população.

 

Foto: Tony Winston/Arquivo Agência Brasília

“Com a nova unidade, será possível oferecer assistência dentro daquele território, facilitando o acesso da população aos serviços de saúde. Assim que estiver pronta, vamos transferir os atendimentos para lá e acolher os moradores do Paranoá Parque”, explica a diretora de Atenção Primária da Região de Saúde Leste, Mirlene Guedes.

 

Atualmente, os moradores do Paranoá Parque são atendidos na UBS 3 do Paranoá. No novo espaço, de 870,5 metros quadrados, serão alocadas seis equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF), cada uma delas formada por um médico, um enfermeiro, três técnicos em enfermagem e agentes comunitários de saúde (ACS). Também haverá uma equipe complementar do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf).

 

“A unidade ofertará atendimentos médico e de Enfermagem para todas as idades, com acompanhamento para gestantes, vacinação e realização de procedimentos mais simples, como pequenos curativos”, informa a diretora.

 

Da Agência Saúde