Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/03/18 às 10h51 - Atualizado em 4/05/18 às 15h08

Populações Vulneráveis

COMPARTILHAR

À Gerência de Atenção à Saúde de Populações em Situação Vulnerável (GASPV) compete implementar políticas de atenção à saúde a populações vulneráveis, de modo a contribuir na redução das iniqüidades no Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, a GASPV articula as ações da SES/DF, referentes às políticas e programas relacionados a esta, com os diversos setores, governamentais e não-governamentais.

 

Objetivos:
– Contribuir para a ampliação da consciência e do exercício da cidadania das populações vulneráveis, de modo a promover uma atenção à saúde integral e equânime, além de conferir a esses segmentos populacionais parte da responsabilidade na gestão das políticas de saúde, fortalecendo o controle social.

 

Populações Vulneráveis consideradas pelo Ministério da Saúde

População Prisional

População Negra – Promulgação da portaria no Ano de 2011 (Portaria 992 de 13 de maio)
População LGBT – Promulgação da portaria no Ano de 2011 (Portaria 2826 de 06 de novembro)
População em situação de rua – Promulgação da portaria no Ano de 2009 instituição do Conselho Técnico Portaria MS/GM n° 3.305, de 24 de dezembro
Povos do campo, das florestas e das águas

Povo Cigano – Ano de 2011 Aprovação da portaria GM/MS 940 que dispensa o povo cigano de apresentar
comprovante de residência para cadastro no SUS 
Povo cigano

 

Contatos:
(61) 3348-6194

gaspv.sesdf@gmail.com


Um pouco mais sobre a Gerência de Atenção à Saúde de Populações em Situação Vulnerável – GASPV

 

Atualizado em 11/05/2017

Um dos princípios constitucionais do Sistema Único de Saúde (SUS) refere-se à equidade. A inclusão deste princípio na formulação das políticas de saúde representa um avanço em sua dimensão organizacional, considerando a que assistência à saúde deve ser prestada em nível individual e coletivo.

À Gerência de Atenção à Saúde de Populações em Situação Vulnerável (GASPV) compete implementar políticas de atenção à saúde a populações vulneráveis, de modo a contribuir na redução das iniqüidades no Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, a GASPV articula as ações da SES/DF, referentes às políticas e programas relacionados a esta, com os diversos setores, governamentais e não-governamentais.

É objetivo da GASPV, contribuir para a ampliação da consciência e do exercício da cidadania das populações vulneráveis, de modo a promover uma atenção à saúde integral e equânime, além de conferir a esses segmentos populacionais parte da responsabilidade na gestão das políticas de saúde, fortalecendo o controle social.

 

Saúde Rural

Promove a atenção à saúde integral da população residente na área rural do Distrito Federal. Representa o compromisso da SES/DF com a promoção da eqüidade à saúde, uma vez que assegura a intervenção sobre os problemas peculiares à vida e ao trabalho no campo.

 

Saúde da Pessoa com Deficiência

Promove a atenção à saúde da pessoa com deficiência na rede de atenção primária à saúde do Distrito Federal, considerando a importância da melhoria da saúde na contribuição para inclusão social. A Política Nacional de Saúde da Pessoa Portadora de Deficiência foi publicada pelo Ministério da Saúde, por meio da Portaria nº. 1060, em 05 de junho de 2002.

 

Saúde da População Negra

Promove a atenção à saúde da população negra no Distrito Federal. A Política Nacional de Saúde Integral da População Negra foi publicada pelo Ministério da Saúde, em 14 de maio de 2009.

Em 12 de maio de 2009 foi publicada a Portaria nº. 83 criando o Comitê Técnico de Saúde da População Negra do Distrito Federal. A constituição deste comitê está baseada nas evidências de iniqüidades na saúde dessa população, além de expressar o compromisso de governo com a diminuição das desigualdades sociais.

 

Saúde da População em Situação de Rua

Promove a atenção à saúde da população em situação de rua no Distrito Federal. A atuação da GASPV visa à redução das iniqüidades na saúde e desigualdades sociais. As ações estão sendo desenvolvidas em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social, Transferência e Renda (SEDEST), com atividades nas unidades básicas de saúde, nos abrigos e albergues, e nas ruas. 

A Estratégia Consultório na Rua foi instituída pela Política Nacional de Atenção Básica, em 2011, e visa ampliar o acesso da população em situação de rua aos serviços de saúde, ofertando, de maneira mais oportuna, atenção integral à saúde para esse grupo populacional, o qual se encontra em condições de vulnerabilidade e com os vínculos familiares interrompidos ou fragilizado. 

 

Saúde da População LGBT

Promove a atenção à saúde da população de gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros no Distrito Federal. Dessa forma, a SES/DF propõe a implementação de estratégias para atuar na melhoria das condições de saúde e do acesso aos serviços dessa população, de modo a responder às necessidades e demandas apontadas pela sociedade civil.

 

Gerência

Tel.: (61) 3245-3116

Fax: (61) 3905-7920

Núcleo de Programas Estratégicos

Tel.: (61) 3245-3116

Fax: (61) 3905-7920

Núcleo de Saúde Rural

Tel.: (61) 3245-3116

Fax: (61) 3905-7920