Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/01/14 às 17h39 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Primeira UPA do Entorno começa a funcionar em Valparaíso

COMPARTILHAR

Unidade prestará atendimento 24 horas

A primeira Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Valparaíso de Goiás será inaugurada nesta quinta-feira (30). Construída às margens da Rodovia BR-040, na pista sentido Luziânia/GO, no bairro Parque Marajó, a nova unidade funcionará 24 horas, inclusive aos domingos e feriados. Com o início do funcionamento, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES) espera uma redução no número de atendimentos a pacientes da região, nas emergências do DF.

Dados estatísticos da SES mostram que, de janeiro a outubro de 2013, a rede pública de saúde do DF realizou 307.947 atendimentos de emergência a pacientes de Goiás, Minas Gerais e Bahia. Desse total, 41.016 são moradores de Valparaíso de Goiás, recebidos principalmente nos Hospitais Regionais do Gama (HRG) e de Santa Maria (HRSM), que contabilizaram 17.297 e 11.805 atendimentos, respectivamente.

Segundo o diretor do HRG, João Batista Tajra, estima-se que 60% dos atendimentos do pronto-socorro do hospital sejam prestados a pacientes do Entorno. Do total de atendimentos registrados na emergência do HRG no ano passado a maioria era do Novo Gama, seguido de Luziânia e Valparaíso de Goiás. “Com o funcionamento da nova unidade, reduziremos os números do HRG nas áreas em que haverá atendimento na UPA de Valparaíso, ficando o DF como porta de entrada nas demais especialidades”, comenta.

Quanto aos números de internações, no mesmo período de 2013, a SES aponta que dos 21.962 atendimentos aos pacientes vindos desses estados, 3.096 foram prestados aos moradores de Valparaíso de Goiás, sendo 725 no HRG, 1.397 no HRSM e os demais em outras unidades do DF.

“Nossa expectativa com essa inauguração é que nossas internações de pacientes vindos do Entorno diminuam e que eles tenham uma assistência melhor no local de origem. Isso também acaba ajudando os pacientes do DF, que terão mais vagas para serem atendidos em Santa Maria”, afirma o coordenador-geral de saúde de Santa Maria, Valério Palheta.

Nova UPA
As UPAs fazem parte da Política Nacional de Urgência e Emergência, lançada pelo Ministério da Saúde (MS) em 2003. A nova unidade de Valparaíso de Goiás vai contar com consultório de pediatria, clínica médica e ortopedia. Além disso, terá quatorze leitos de observação e sala vermelha com sete leitos para receber pacientes em estado grave até a remoção em uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

De acordo com a prefeita de Valparaíso de Goiás, Lucimar Nascimento, a UPA tem um papel importante para a comunidade, pois irá reduzir a lotação dos prontos-socorros. “Segundo o MS, de cada mil pessoas que procuram uma UPA nos demais estados, apenas quatro delas precisam ir à Emergência”, explicou a prefeita.

O Governo Federal liberou recursos da ordem de R$ 2 milhões para construção da UPA do Parque Marajó, além de R$ 780 mil para a compra de equipamentos necessários ao funcionamento da unidade. O município também receberá incentivos mensais do Governo do Estado para custeio e manutenção dos serviços prestados pela UPA.

“Essa é uma iniciativa do Ministério da Saúde na tentativa de dar resolutividade na atenção às urgências e diminuir a superlotação das portas de emergências dos grandes hospitais. Qualquer que se seja o investimento em saúde gera um impacto. Melhorar a rede pública do Entorno minimiza a pressão sob o DF”, afirma o secretário de Saúde do DF, Rafael Barbosa.

Por Patrícia Kavamoto, da Agência Saúde DF
Atendimento à imprensa:
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226