Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/02/14 às 19h21 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Regional Bandeirante redistribui equipes do Saúde da Família

COMPARTILHAR

Profissionais ficam mais próximos da população

A Coordenação Geral de Saúde do Núcleo Bandeirante iniciou o mês de fevereiro com a territorialização do Riacho Fundo II, com o objetivo de otimizar o atendimento da Estratégia Saúde da Família (ESF). As equipes de saúde são redirecionadas para as áreas que mais necessitam de atendimento.

A medida busca equacionar a dificuldade encontrada a partir do crescimento da cidade, que possuía 37 mil habitantes há alguns anos e agora conta com cerca de 44 mil habitantes.

Uma das primeiras ações foi a reabertura do atendimento nesta segunda-feira (03), no Posto de Saúde da Família na QN 08- D AE , no Riacho Fundo II. A unidade, que passou por serviços de manutenção e adequação do espaço físico, agora conta com consultórios médicos apropriados, sala de reunião, mini auditório e sala de espera.

Segundo Pedro Zancanaro, coordenador geral de Saúde da regional Núcleo Bandeirante, a qual também pertencem a Candangolândia e o Riacho Fundo, a unidade atende cerca de 11 mil moradores com quatro equipes formadas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes de saúde. “Com esse posto em funcionamento, ficamos mais próximos da população, evitando que os moradores tenham que se deslocar com recursos próprios para o centro de saúde, a cinco quilômetro daqui”, reforçou.

Outra novidade na ESF no Riacho Fundo, que conta com 14 equipes no total, foi a remoção de duas equipes multiprofissionais do Centro de Saúde da QC 6 para o Caub 2, área rural do Riacho Fundo.

Segundo a gerente de Planejamento, Monitorização e Avaliação (GGPMA) da regional, Lúcia Cláudia Ramos, a transferência foi possível graças ao apoio da Secretaria de Saúde, que possibilitou a destinação de um imóvel para instalar as equipes 11 e 12 no Caub.

As coordenadoras das duas equipes , Glaicy Gomes (11) e Luciana Garcia (12) , comemoram a mudança porque de agora em diante será mais fácil chegar aos pacientes cadastrados. “Os agentes comunitários tinham que vir de ônibus para fazer as visitas domiciliares e agora toda a equipe estará perto das famílias atendidas pela nossa equipe”, diz Glaicy.

A enfermeira Luciana lembra que antes a igreja católica era usada como local de palestras. Com a mudança para o Caub, isso não será mais necessário porque a sede das duas equipes conta com espaço para promoção de reuniões, além de consultórios, sala de acolhimento e de dentista, prevista para ser implantada nos próximos meses, sem contar uma área destinada aos serviços adminsitrativos.

Mais novidades da Estrtégia Saúde da Família

A ampliação do Saúde da Família não beneficiou apenas os moradores do Riacho Fundo. Os cerca de 3 mil habitantes da Vila Cauhy no Núcleo Bandeirante, também passarão a receber assistência médica a partir do próximo mês. O serviço está sendo criado graças a uma parceria entre a Coordenação Geral de Saúde do Núcleo Bandeirante, a Administração Regional/NB, a Associação dos Moradores local e a Paróquia São José.

A Paróquia cedeu três salas que estão sendo adaptadas e ampliadas pela Administração Regional, para receber uma equipe completa da Estratégia Saúde da Família (ESF) formada por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem e agente comunitário de saúde.

O atendimento será coordenado pela GGPMA e oferecerá assistência em clínica médica numa primeira etapa. Inicialmente os moradores serão cadastrados e depois terá início o acompanhamento dos pacientes propriamente ditos.

Por Arielce Haine, da Agência Saúde DF
Atendimento à imprensa:
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226