Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/03/18 às 11h51 - Atualizado em 17/08/18 às 16h50

Saúde do Adolescente

Gerência de Ciclos de Vida

Saúde do Adolescente

Tel: 2169-3750

Email: adolescente.gcv@ saude.df.gov.br
Endereço: Setor de Áreas Isoladas Norte – SAIN – Parque Rural S/N – Sede da SES – Bloco B – Sala 2016

A Política de Atenção Integral à Saúde de Adolescentes do Distrito Federal tem como objetivo desenvolver um conjunto de ações com o propósito de atender os adolescentes numa visão biopsicossocial, enfatizando a promoção à saúde, prevenção de agravos, diagnóstico precoce, tratamento e reabilitação, melhorando a qualidade de vida dos adolescentes e de suas famílias. O seu objetivo é ser referência na Atenção à Saúde de Adolescentes no Distrito Federal e assim, desenvolver um conjunto de ações com o propósito de atender adolescentes numa visão biopsicossocial, enfatizando a promoção à saúde, prevenção dos agravos, diagnóstico precoce, tratamento e reabilitação, melhorando a qualidade de vida de adolescentes e de suas famílias. Sua missão é Adequar, normatizar, planejar e coordenar as ações de promoção, prevenção e recuperação da saúde de adolescentes do Distrito Federal, de acordo com os princípios e diretrizes do SUS. 

 

Objetivos específicos

– Desenvolver um conjunto de ações com o propósito de atender o adolescente numa visão biopsicossocial;
– Enfatizar a promoção à saúde;
– Prevenção dos agravos;
– Diagnóstico precoce;
– Tratamento e reabilitação;
– Melhorando a qualidade de vida do adolescente e de sua família. 

 

Áreas de Atuação

Em consonância com as diretrizes do Ministério da Saúde, a Atenção Integral à Saúde de Adolescentes do Distrito Federal tem como prioridade os eixos de atenção descritos abaixo, definidos a partir do reconhecimento das questões prioritárias na atenção à saúde de adolescentes. A faixa etária que engloba a atenção a essa clientela é a de 10 a 19 anos, o que é preconizado pela Organização Mundial de Saúde.

a) Promoção do crescimento e desenvolvimento saudáveis, prevenção e detecção de agravos a essa faixa etária;
b) Atenção à saúde sexual e à saúde reprodutiva;
c) Redução da morbi-mortalidade por causas externas (abordagem do uso abusivo de álcool e outras drogas e atenção à saúde de adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas).

Além disso, são realizadas articulações intersetoriais para Atenção Integral à Saúde de Escolares, por meio do Programa Saúde na Escola – PSE, com a Secretaria de Estado de Educação e para Atenção Integral à Saúde de Adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas, por meio do POE-DF (Plano Operativo Estadual de Atenção Integral à Saúde de Adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas), com a Secretaria de Estado da Criança – Secretaria que coordena o sistema socioeducativo atualmente no Distrito Federal. No momento, há um grande investimento na construção de parcerias com outros setores que justificam o pensamento em rede.


Centro de Referência

Adolescentro

O atendimento ao adolescente é realizado pelo Estratégia Saúde da Família nas Unidades Básicas de Saúde. No entanto, o Distrito Federal conta com um centro de referência ao adolescente – Adolescentro. O serviço presta atendimento individual e em grupo a adolescentes de 10 a 18 anos de idade, nas modalidades listadas a seguir:
– Programa Biopsicossocial (BPS) – acompanha o crescimento e desenvolvimento de jovens, com ênfase em transtornos mentais
– Programa de Atenção a Adolescentes com Vivência de Violência Sexual (AVV) – integra a rede de assistência a pessoas em situação de violência no DF
– Assistência e tratamento em psiquiatria e neurologia a adolescentes com demandas específicas
– Seguimento de adolescentes já acompanhados no serviço, nas áreas de terapia ocupacional, assistência social, psicologia, nutrição, odontologia e ginecologia
Realiza entrevista inicial estruturada, realizada de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 18h


Documentos Importantes

Carteira de Serviços da Saúde do Adolescente (SES DF)

Nota Técnica sobre o uso de Caderneta Saúde Adolescente (SES DF)

Nota Técnica Ministério da Saúde sobre atendimento ao menor desacompanhado (MS)

Protocolo de Atenção à Saúde do Adolescente no Distrito Federal


Portarias, Publicações e Sites para orientar os profissionais de Saúde e gestores. 

 

Nacionais:

– Lei n.º 8.069, de 13/07/1990: dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá providências.
– Política Nacional de Atenção Integral a Saúde de Adolescentes e Jovens. Ministério da Saúde. 2006.
– Diretrizes Nacionais para a Atenção Integral a Saúde de Adolescentes e Jovens na Promoção, Proteção e Recuperação da saúde. Ministério da Saúde. 2010.
– Portaria n.º 340 de 2004 e n.º 647 de 2008, SAS/MS e Portaria Interministerial n.º 1426 entre MS, – Secretaria de Direitos Humanos e Secretaria de Políticas para as Mulheres: Atenção Integral a Saúde de Adolescentes e Jovens em conflito com a lei.
– Decreto Presidencial n.º 6287/2007 e Portaria GM n.º 1861/2008: Programa Saúde na Escola.
– Portaria nº 3.147, de 17/12/2009, criou as Cadernetas de Saúde de Adolescentes (CSA) e estabeleceu  recursos financeiros de custeio para cada unidade da Federação. Estratégia Regional e Plano de Ação para melhorar a saúde de Jovens e Adolescentes. 2008. OMS.
– Sistema Nacional de atendimento Socioeducativo – SINASE. Secretaria Especial de Direitos Humanos e Conselho nacional de Direitos da Criança e do Adolescente (CONANDA). 2006.
– Política Nacional de Promoção da saúde. MS. 2006.
– Saúde Integral de Adolescentes e Jovens. Orientações para a organização dos serviços de saúde. MS. 2005.
– Cartilha: direitos sexuais, direitos reprodutivos e métodos anticoncepcionais. MS. 2006.
– Marco teórico e referencial – saúde sexual e saúde reprodutiva de adolescentes e jovens: versão preliminar. MS. 2006.
– Marco Legal: saúde, um direito de adolescentes. MS. 2007.
– Caderno de Atenção Básica n.º 24: Saúde na Escola. MS. 2009.
– Caderno de Atenção Básica n.º 26: Saúde Sexual e saúde reprodutiva. MS. 2010.
– Adolescentes e jovens para a educação entre pares. Saúde e Prevenção nas Escolas. MS, MEC, UNODC, UNICEF, UNFPA. 2010.
– Orientações básicas de Atenção integral à saúde de Adolescentes nas escolas e Unidades básicas de saúde. MS. 2009.
– Escolas Promotoras de Saúde: experiências no Brasil. OPAS e MS. 2007.
– A saúde de adolescentes e jovens. Uma metodologia de auto-aprendizagem para equipe de atenção básica de saúde. Módulo I, módulo avançado, módulo do facilitador, módulo sobre o trabalhador adolescente e módulo sobre violência. MS e NESA/UERJ. 2000, 2002, 2003, 2006 e 2007.
– Adolescer, compreender, atuar, acolher. ABEN e MS. 2001.
– Revista Adolescência e Saúde. NESA/UERJ. Periódico trimestral.
– Cadernetas de Saúde do Adolescente e da Adolescente. Ministério da Saúde. 2009.
– Metodologias para o Cuidado de Crianças, Adolescentes e suas Famílias em Situação de Violências. Ministério da Saúde. 2012.
– Saúde na Escola – histórias em quadrinhos. Ziraldo. Ministério da Saúde/Ministério da Educação. 2012.

 

Distritais:

– POE-DF: Portaria Conjunta n.º 01, de 2009, entre SES e SEJUS: Institui o Grupo Gestor do Plano Operativo Estadual de Atenção Integral a Saúde de Adolescentes em Conflito com a lei.
– PSE-DF: Portaria Conjunta n.º 04, 15/06/2009, entre SES e SEDF: dispõe sobre a implantação do PSE no Distrito Federal, com competências das Secretarias envolvidas.
– NOTA TÉCNICA n.º 01 2010 – NASAD: Implementação das Cadernetas de Saúde de Adolescentes.
– SPE-DF: Portaria Conjunta n.º 04 de 19/10/2006, entre SES e SEDF: Institui o Grupo Gestor do Projeto Saúde e Prevenção nas Escolas.
– Plano Distrital de Promoção à Saúde. GEDANT. 2009.
– Manual do Facilitador. Adolescentes. Vol. I – Fazendo Juntos. GEDANT e FEPECS. 2006.
– Manual do facilitador. Adolescentes. Vol. II – Pensando Juntos. GEDANT e FEPECS. 2006.
– Manual para Atendimentos às vítimas de violência na Rede de Saúde Pública do DF - Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal. Brasília,2009.
– Caminhos para uma convivência saudável na perspectiva da Saúde. Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal. Brasília 2009.


Links relacionados aos assuntos ligados a adolescência e juventude:

– Ministério da Saúde: www.saude.gov.br 
– Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF): www.unicef.org.br 

– Biblioteca Virtual em Saúde (BVS Adolec Brasil): www.adolec.br
– IBGE Teen: www.ibge.gov.br/ibgeteen
– Secretaria Nacional da Juventude (Presidência/SNJ): www.secretariageral.gov.br/Juventude
– Subsecretaria de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente (SPDCA/SeDH/PR):www.direitoshumanos.gov.br/spdca
– Departamento de DST, AIDS e Hepatites Virais (SVS/MS): www.aids.gov.br
– Revista Adolescência & Saúde (Universidade Estadual do Rio de Janeiro – UERJ):www.adolescenciaesaude.com
– Projeto Fiojovem (Fundação Oswaldo Cruz – FIOCRUZ): www.fiocruz.br/jovem
– Projeto Onda Jovem: www.ondajovem.com.br
– Revista Viração: www.revistaviracao.org.br
http://saude.df.urg.br
http://www.se.df.gov.br/
http://www.adolescencia.org.br/
http://adolescentro.blogspot.com/
http://www.mec.gov.br/
http://www.senad.gov.br/
http://www.senad.gov.br/obid/obid.html
http://www.unesco.org/pt/brasilia
http://www.unfpa.org.br/
http://www.mpdft.gov.br/
http://www.observatoriodainfancia.com.br/

A coleção institucional do Ministério da Saúde pode ser acessada na íntegra, na biblioteca virtual em saúde do Ministério da Saúde- www.saude.gov.br/bvs