Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/09/13 às 17h44 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

Saúde monta esquema especial para o 7 de setembro

COMPARTILHAR

Postos de atendimento na Esplanada e no Estádio Mané Garrincha


A Secretaria de Saúde preparou um esquema especial de atendimento para o desfile de sábado, 7 de Setembro, na Esplanada dos Ministérios a partir das 9h e para o jogo amistoso entre Brasil e Austrália, no Estádio Nacional Mané Garrincha, às 16h15. Ao todo, 95 profissionais de saúde, 11 ambulâncias e 18 motolâncias estarão de prontidão.

Serão montados três postos de atendimento ao longo da Esplanada, entre a Catedral de Brasília e a Avenida das Bandeiras, com 25 profissionais de saúde. Além disso, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) terá 11 ambulâncias – sete unidades básicas e quatro avançadas – e 18 motolâncias no local a partir das 6h, com 70 servidores escalados, entre médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e motoristas.

De acordo com o Ministério da Defesa, são esperadas cerca de 27 mil pessoas para existir ao desfile na Esplanada no sábado e, segundo a Confederação Brasileira de Futebol, foram colocados à venda 70 mil ingressos paro o jogo. A preocupação maior, entretanto, é com as manifestações previstas para o mesmo dia. “Estamos preparados para entender as ocorrências envolvendo os expectadores do desfile, manisfestantes ou torcedores”, ressalta o enfermeiro do Samu, Marcos Machado.

Após o término do desfile, todas as equipes do Samu serão deslocadas para a área externa do Estádio Mané Garrincha, onde haverá um posto fixo de atendimento médico.

Durante os eventos, o Samu vai utilizar um posto móvel de regulação – um veículo adaptado que abriga a equipe responsável pela coordenação de todo o atendimento de saúde. A unidade é informatizada e tem um sistema de rádio para garantir a comunicação entre todas as equipes designadas para trabalhar no evento. A equipe é formada por médico regulador, rádio operador e enfermeiro.

“Estamos escalando equipes e ambulâncias extras para os dois eventos no dia 7 de setembro. Nenhum profissional ou veículo será tirado do serviço de assistência à população para atuar no evento”, destaca o gerente do Samu-DF, Rodrigo Caselli.

Os casos graves como os neurocirúrgicos, traumas e infartos serão encaminhados ao Hospital de Base (HBDF). Os hospitais da Asa Norte (HRAN) e Universitário (HUB) receberão as emergências em clínica médica. Já o Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB) atenderá os casos de emergência envolvendo crianças. Os militares e seus familiares serão levados ao Hospital das Forças Armadas (HFA).

Estarão de prontidão nos dois locais, quatro Unidades de Suporte Avançado (USA) compostas de médico, enfermeiro e técnico de enfermagem, sete Unidades de Suporte Básico (USB) com enfermeiro e técnico de enfermagem, além de 18 motolâncias, pilotadas por técnicos de enfermagem. Também vão integrar as equipes um veículo de intervenção médica, preparado com kits para desastre e atendimento a múltiplas vítimas, que é acionada em caso de necessidade.

A Coordenação de Eventos da Secretaria de Saúde faz recomendações para quem for assistir ao desfile. Para evitar problemas de saúde, as pessoas devem se alimentar bem antes de seguir para a Esplanada, usar roupas leves, chapéus e sobrinhas se a temperatura estiver elevada e não esquecer de tomar os remédios de uso contínuo indicados pelo médico assistente em caso de diabetes e hipertensão, por exemplo.

Celi Gomes