Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/05/14 às 13h40 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

Saúde oferece qualidade de vida na assistência domiciliar

COMPARTILHAR

Acompanhamento individual  favorece a recuperação do paciente

A Secretaria de Saúde (SES) desenvolve, desde 1994, o Programa de Internação Domiciliar (PID). O serviço tem como objetivo oferecer assistência domiciliar a pessoas acamadas, portadoras de doença crônica agravada, com dependência total de atividades de vida diária e necessidade de cuidador para acompanhamento, sob orientação da equipe de saúde. Em 2013, o Programa atendeu 1.202 pacientes. Até abril deste ano o serviço conta 1.118 pacientes em atendimento.

Essa modalidade assistencial conta com a atuação de uma equipe multiprofissional de saúde composta por médico, enfermeiro, auxiliar de Enfermagem, nutricionista, fisioterapeuta, assistente social, terapeuta ocupacional, entre outros.

São atendidos pelo Programa pacientes com necessidade assistencial mais complexa, em cuidados paliativos oncológicos, cardiológicos, neurológicos e pneumológicos. “Esses pacientes podem apresentar ainda feridas extensas e outras doenças debilitantes em uso de traqueostomia, colostomia e demais dispositivos”, acrescenta a gerente de Atenção Domiciliar da SES/DF, Maria Leopoldina de Castro Villas Bôas.

O PID é desenvolvido por equipes multiprofissionais de Atenção Domiciliar e equipes de apoio, nos Núcleos Regionais de Atenção Domiciliar (NRAD), localizados nas 15 coordenações gerais de saúde da SES. “O Programa possibilita economia para o sistema público de saúde, liberação do leito hospitalar, diminuição dos riscos de infecção e reinternações, além da humanização do atendimento, com a participação da família no cuidado e nas decisões do Plano Terapêutico junto à equipe multidisciplinar da Atenção Domiciliar”, explica a gerente.

Para ter acesso aos serviços do PID, o familiar e/ou responsável pelo paciente deve entrar em contato com o NRAD da Regional de Saúde onde mora. Em Brasília, existem 15 regionais. São elas: Asa Norte; Asa Sul; Brazlândia; Ceilândia; Gama; Guará; Núcleo Bandeirante; Paranoá; Planaltina; Recanto das Emas; Samambaia; Santa Maria; São Sebastião; Sobradinho ou Taguatinga.

O paciente é inserido no Programa por meio da análise de relatório médico detalhado. Esse documento pode ser proveniente tanto dos serviços da rede pública de saúde como, por exemplo, Clínicas da Família, Centros de Saúde, Hospitais (nesse caso há o fluxo formal de desospitalização) e Unidades de Pronto Atendimento (UPA) quanto dos próprios familiares ou responsáveis, que entregam diretamente esse relatório ao NRAD da Regional onde o paciente reside. Dentre os critérios de admissão ao Programa estão: residência e domicílio comprovado em Brasília; cuidador identificado e quadro clínico compatível com o perfil do serviço. “Se o caso preencher esses requisitos, a equipe realiza visita domiciliar e elabora o plano terapêutico”, conclui a gerente Maria Leopoldina.

Os principais benefícios da internação domiciliar são:

• Assistência individualizada e personalizada, o que garante mais qualidade de vida ao paciente;
• Maior envolvimento da família ao tratamento, o que favorece a recuperação do paciente;
• Melhor resposta à terapêutica proposta, o que pode reduzir o tempo de internação;
• Proximidade do paciente a seus familiares, rotina, hábitos e referências, o que ajuda também na recuperação;
• Redução da incidência de infecções hospitalares;
• Viabilização de maior disponibilidade de leitos hospitalares.

Mais informações

Gerência de Atenção Domiciliar – SES/DF: 3348-6261/2575
NRAD Localização Telefone
Asa Norte – Hospital Regional da Asa Norte (HRAN) – 3327-3098
Asa Sul – Hospital Materno Infantil (HMIB) – 3445-7729/3445-7751
Brazlândia – Hospital Regional de Brazlândia (HRBz) – 3479-4903
Ceilândia – Hospital Regional de Ceilândia (HRC) – 3471-9210/3371-1482
Gama – Hospital Regional do Gama (HRG) – 3556-6817/3532-1781
Guará – Hospital Regional do Guará (HRGu) – 3901-7658
Núcleo Bandeirante – Administração Regional – 3386-3929
Paranoá – Hospital Regional do Paranoá (HRPa)  3369-9857
Planaltina – Hospital Regional de Planaltina (HRPl)  3388-9781
Recanto das Emas – Clínica da Família – 3334-1319
Samambaia – Hospital Regional de Samambaia (HRSam) – 3458-9871
Santa Maria – Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) – 3392-6415
São Sebastião – Centro de Saúde nº1 – 3335-1378
Sobradinho – Hospital Regional de Sobradinho (HRS) – 3387-0628
Taguatinga – Hospital Regional de Taguatinga (HRT) – 3351-4623/3353-1057

Patrícia Kavamoto, da Agência Saúde DF