Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/06/17 às 19h51 - Atualizado em 30/10/18 às 15h17

Saúde suspende o uso de produtos da Vic Pharma

COMPARTILHAR

Ação foi determinada por resolução da Anvisa

BRASÍLIA (14/6/17) – Devido a uma determinação feita pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que suspendeu a fabricação, distribuição, comercialização e uso de 30 produtos da empresa Vic Pharma, a Secretaria de Saúde cessará a utilização de produtos dessa empresa, inclusive dois antissépticos à base de PVPi (iodo) e Clorexidina (biguanida) que servem para o preparo da pele dos pacientes da rede para procedimentos clínicos, assistenciais e cirúrgicos.

Os dois insumos têm o objetivo de reduzir a carga bacteriana da pele, além de serem empregados na limpeza das mãos dos cirurgiões antes do procedimento operatório. De acordo com a Resolução 1141/17 da Anvisa, os insumos foram suspensos por apresentarem inconformidades quanto às boas práticas de fabricação previstas pelo órgão de fiscalização. Com a suspensão, a Secretaria de Saúde elaborou um plano de contingência para substituí-los por antissépticos de outra marca.

Atualmente, a pasta aguarda, de outras empresas fornecedoras, a entrega de Iodo e Clorexidina Degermante que, juntamente com alguns medicamentos que já existem no estoque da secretaria, serão distribuídos na rede até que uma nova aquisição global seja realizada.

Foi iniciado um levantamento junto às farmácias regionais para apurar quais locais ainda têm antissépticos de outras marcas, com o intuito de iniciar a realocação dos insumos junto às unidades que não possuem. Após a apuração, as unidades que não participarem do remanejamento, poderão comprar os antissépticos com verba do Programa de Descentralização Progressiva das Ações de Saúde (PDPAS).

Até o momento, não há previsão de suspensão de cirurgias por este motivo. Os insumos da marca Vic Pharma serão recolhidos.